Quem sou...

Minha foto
Professora Ms Herik Zednik
Este Blog foi criado com o intuito de estimular uma reflexão sobre a Educação. Discutiremos a educação como processo de mudança, daí o nome educere, que significa conduzir-se de um lugar ao outro ou de uma situação para outra. Neste sentido, refletiremos sobre uma educação que vem de dentro para fora e não apenas falaremos da educação formal, mas de tudo que a permeia e a ela é atribuído. Desta forma, entendemos que "tudo é uma questão de educação" e que, por isso, abordaremos notícias, campanhas, projetos, política, cidadania, ciência e tantos outros assuntos, afinal, educação é muito mais do que produzir conhecimento formal, é também ampliar horizontes, transformar atitudes, vivenciar cidadania.
Visualizar meu perfil completo


"A mais potente arma nas mãos do opressor é a mente do oprimido" - Steven Biko

"Leia! Leia não apenas as palavras, imagens e símbolos estampadas nas mais diversas mídias. Leia o mundo nas suas mais diversas formas e significados, leia as entrelinhas. Leia o tangível, o audível, o visível e quem sabe até o invisível. Leia o mundo e faça as mais diversas interrogações, afinal como diria nosso educador Paulo Freire "a leitura do mundo antecede a leitura da palavra". Nós estamos no mundo e uma parte dele está em nós através de nossas leituras."
Herik Zednik

“O fracasso do professor começa no momento que ele desiste de aprender”
Herik Zednik


"Quanto mais simples é a pessoa, mais ela sobe no meu conceito"
Herik Zednik

"Não conheço nenhum país, cidade ou município no mundo que tenha se desenvolvido sem ter investido seriamente em educação"
Herik Zednik

"Não importa quanto dinheiro tenha, quantos cargos ocupe, quanta fama possua ou poder detenha, a essência precisa ter dignidade, honestidade, generosidade e também muita humildade."
Herik Zednik

Para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade. " Confúcio

"Que ninguém se engane, só se consegue a simplicidade através de muito trabalho.." Clarice Lispector

"A educação só produz resultados em sociedades em que as pessoas podem fazer escolhas pessoais e econômicas, dando-lhes a oportunidade de serem criadoras e descobridoras." (Odemiro Fonseca em "Benefícios da liberdade")

"Educação serve pouco se as pessoas não forem livres. É só lembrar o que aconteceu nos países socialistas, onde a educação era considerada de qualidade."

"O discurso da impossibilidade da mudança para a melhora do mundo não é o discurso da constatação da impossibilidade, mas o discurso ideológico da inviabilização do possível" Paulo Freire

"A mente que se abre a uma nova idéia nunca voltará ao seu tamanho original." Albert Einstein

"Bendito, bendito é aquele que semeia livros, livros a mão cheia e manda o povo pensar; o livro caindo na alma, é germe que faz a palma, é chuva que faz o mar.". Castro Alves

Tecnologia do Blogger.

Ads 468x60px

Featured Posts

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Agora é a vez da matemática. O eixo avaliação externa do Programa de Alfabetização na Idade Certa (Paic) realizou pela primeira vez prova de matemática para estudantes cearenses da rede pública.

Com os bons índices alcançados pelos estudantes cearenses na prova de leitura e escrita, o Programa de alfabetização da Idade Certa (Paic) ampliou sua área de diagnóstico para mais uma disciplina, a matemática. Os alunos do terceiro ano acertaram 57% da prova.

O enfoque inicial seria avaliar apenas as crianças dessa série, mas gestores municipais solicitaram a inclusão das outras duas últimas séries do ensino fundamental. A prova foi a mesma para os alunos do terceiro, quarto e quinto ano. Os estudantes do quinto ano acertaram 78%. No quarto ano, foram 69% de acerto.

As habilidades relativas à aprendizagem em matemática foram avaliadas através da aplicação de uma prova contendo 20 questões, envolvendo temas como a utilização de sistema de medidas e números, aplicação de operações, interpretação de tabelas e identificação de formas geométricas. Cerca de 240 mil alunos da rede pública participaram da provinha do Paic.

Há uma crescente quantidade de acertos à medida que avança o ano. Em uma análise comparativa entre os desempenhos, os alunos do terceiro ano acertaram, em média, 10 itens; os alunos do quarto ano, 13 itens; e os alunos do quinto ano acertaram, em média, 15 itens. A coordenadora da área de avaliação de aprendizagem, Ana Paula de Medeiros Ribeiro, explica que foi preciso inserir questões com diferentes níveis de dificuldade para poder perceber quais alunos não possuem habilidades consolidadas e quais estão em processo de aquisição. A expectativa é que, a partir dos próximos anos, ocorra a consolidação nos acertos – assim como na avaliação de leitura e escrita.

O resultado serve como um importante parâmetro para gestores municipais e professores. De acordo com o coordenador do eixo de avaliação externa do Paic, Cláudio Marques, a partir do diagnóstico é possível desenvolver competências técnicas para compreender esse resultado e desenvolver trabalhos pedagógicos específicos. A avaliação é feita no primeiro semestre, justamente pata que os gestores e professores possam fazer adaptações no processo pedagógico. “Os municípios precisam trabalhar com o diagnóstico, aceitar os resultados e se reconhecer”, pontua.

Leitura e escritaOntem, O POVO mostrou que os alunos cearenses estão lendo e escrevendo melhor. O resultado da avaliação externa da provinha do Paic apontou um acerto de 69% das questões relacionadas à leitura. No ano passado, havia sido 65%. Já o índice de produção escrita atingiu 44% - sete pontos a mais do que foi registrado em 2009.

Segundo a equipe do eixo de avaliação externa do Paic, a inclusão da prova matemática só é possível porque os alunos já passaram por intervenção no aprendizado de leitura. “O bom conhecimento em português favorece ao bom desempenho em matemática”, completa o estatístico do Paic, André Jalles.

E MAIS
Diferente do que foi observado na avaliação de leitura e escrita, não há grande diferenciação no número de acertos entre meninos e meninas na avaliação matemática.

O resultado mostra que, em média, as meninas conquistaram um desempenho levemente superior aos meninos, sendo que a diferença percentual é mínima e reduz de acordo com a progressão dos anos.

Dessa forma, o dado não pode ser considerado como relevante ou definitivo no desenvolvimento da aprendizagem matemática.

No terceiro ano, as meninas acertaram 59% da prova e os meninos 56%.

No quarto ano, as meninas acertaram 70% e os meninos dois pontos a menos, 68%. No quinto ano, a diferença fica ainda menor. As meninas acertaram 78% e os meninos 77%.

Fonte: O Povo

0 comentários:

Obrigada pela visita!!!

Redes Sociais

Hora certa

Previsão do Tempo

A Hora da e Escola

A Hora da e Escola
Toda quinta-feira, às 13h30min, na Rádio Caiçara

Blogs Indicados

Meus Vídeos

A Embriaguez do Movimento

Posts do Blog

Seguidores

Popular Posts