Quem sou...

Minha foto
Professora Ms Herik Zednik
Este Blog foi criado com o intuito de estimular uma reflexão sobre a Educação. Discutiremos a educação como processo de mudança, daí o nome educere, que significa conduzir-se de um lugar ao outro ou de uma situação para outra. Neste sentido, refletiremos sobre uma educação que vem de dentro para fora e não apenas falaremos da educação formal, mas de tudo que a permeia e a ela é atribuído. Desta forma, entendemos que "tudo é uma questão de educação" e que, por isso, abordaremos notícias, campanhas, projetos, política, cidadania, ciência e tantos outros assuntos, afinal, educação é muito mais do que produzir conhecimento formal, é também ampliar horizontes, transformar atitudes, vivenciar cidadania.
Visualizar meu perfil completo


"A mais potente arma nas mãos do opressor é a mente do oprimido" - Steven Biko

"Leia! Leia não apenas as palavras, imagens e símbolos estampadas nas mais diversas mídias. Leia o mundo nas suas mais diversas formas e significados, leia as entrelinhas. Leia o tangível, o audível, o visível e quem sabe até o invisível. Leia o mundo e faça as mais diversas interrogações, afinal como diria nosso educador Paulo Freire "a leitura do mundo antecede a leitura da palavra". Nós estamos no mundo e uma parte dele está em nós através de nossas leituras."
Herik Zednik

“O fracasso do professor começa no momento que ele desiste de aprender”
Herik Zednik


"Quanto mais simples é a pessoa, mais ela sobe no meu conceito"
Herik Zednik

"Não conheço nenhum país, cidade ou município no mundo que tenha se desenvolvido sem ter investido seriamente em educação"
Herik Zednik

"Não importa quanto dinheiro tenha, quantos cargos ocupe, quanta fama possua ou poder detenha, a essência precisa ter dignidade, honestidade, generosidade e também muita humildade."
Herik Zednik

Para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade. " Confúcio

"Que ninguém se engane, só se consegue a simplicidade através de muito trabalho.." Clarice Lispector

"A educação só produz resultados em sociedades em que as pessoas podem fazer escolhas pessoais e econômicas, dando-lhes a oportunidade de serem criadoras e descobridoras." (Odemiro Fonseca em "Benefícios da liberdade")

"Educação serve pouco se as pessoas não forem livres. É só lembrar o que aconteceu nos países socialistas, onde a educação era considerada de qualidade."

"O discurso da impossibilidade da mudança para a melhora do mundo não é o discurso da constatação da impossibilidade, mas o discurso ideológico da inviabilização do possível" Paulo Freire

"A mente que se abre a uma nova idéia nunca voltará ao seu tamanho original." Albert Einstein

"Bendito, bendito é aquele que semeia livros, livros a mão cheia e manda o povo pensar; o livro caindo na alma, é germe que faz a palma, é chuva que faz o mar.". Castro Alves

Tecnologia do Blogger.

Ads 468x60px

Featured Posts

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Senado mudou a Constituição para liberar R$ 10 bilhões para a educação, em 2011. Uma emenda constitucional prevê a extinção gradual da Desvinculação das Receitas da União (DRU) incidente sobre as verbas do Ministério da Educação. Em outras palavras, a União vai deixar de embolsar parte da arrecadação de tributos que é destinada à pasta. Hoje, ele gasta livremente 20% dos recursos da educação. Essa fatia será de 12,5% em 2009 (vai sobrar cerca de R$ 7 bilhões) e passa a ser de 5% a partir do ano que vem. De acordo com os cálculos de quem elaborou a emenda, a DRU já vazou cerca de R$ 80 bilhões da educação desde a sua criação, em 1994.

A mesma emenda também assegura o direito ao ensino básico de todos os brasileiros entre 4 e 17 anos o direito à educação básica gratuita e obrigatória. Hoje, a universalização abrange apenas o ensino fundamental.

Fonte: Época

Convite


DATA: 06 de novembro 2009
HORÁRIO: 18h
LOCAL: Auditório do Complexo (Meruoca)
TEMA: A importância da matemática no ensino à distância
APRESENTADOR DO SEMINÁRIO: Tutor José Marcilei Magalhães do Nascimento

ATIVIDADES
- PALESTRA SOBRE O TEMA GERAL DO SEMINÁRIO
- APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS DOS GRUPOS
- LANCHE
- CONSIDERAÇÕES, AVALIAÇÃO FINAL E AGRADECIMENTOS.


VII SEMANA DE HISTÓRIA – O ENSINO DE HISTÓRIA EM DEBATE
09 a 13 de novembro de 2009 – Centro de Ciências Humanas- CCH

Programação

SEGUNDA-FEIRA – 09/11/09
18:15h Programação Cultural: Show Musical – Kelly Brasil
18:30h Credenciamento
19:00h Exposição Permanente de Arte: Andros (Estilo Vitral) – Anderson Vasconcelos
19:15h Conferência de Abertura - POLITICA EDUCACIONAL E FORMAÇÃO DE PROFESSORES
Prof. César Augusto Minto – USP
Doutor em Educação pela USP
Local: Auditório Milton Santos – CCH


TERÇA-FEIRA – 10/11/09
08:00h MESA 01: EXPERIÊNCIAS DE ENSINO NA EDUCAÇÃO BÁSICA
Coordenação: Prof. Ms. Francisco Gleison da Costa Monteiro – UVA
Local: Auditório Milton Santos – CCH
18:15h Programação Cultural (Escola de Música)
19:15h Mini-cursos


QUARTA-FEIRA – 11/11/09
8:00h MESA 02: EDUCAÇÃO CONTEXTUALIZADA NO SEMI-ÁRIDO BRASILEIRO
Coordenação: Cáritas Diocesana e RESAB
14:00h Cine-Escola (Em Defesa da Honra)
Escola de Ensino Fundamental e Médio Jarbas Passarinho (Bairro do Junco)
Coordenadores: Profa. Ms. Maria Antonia Veiga Adrião – UVA e Prof. Ms. Igor Moreira – UVA
18:15h Exposição: JOVENS: Novas invenções pedagógicas
19:15h Mini-cursos


QUINTA-FEIRA – 12/11/09
08:00h PALESTRA: DISCUSSÃO SOBRE O ENSINO DE HISTÓRIA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR
Profª. Dra. Chrislene Carvalho dos Santos – UVA e INTA
Local: Auditório Milton Santos- CCH
14:00h Cine-Escola (Documentário: Além do rio: Memórias de nossas vidas)
Escola de Ensino Fundamental e Médio Sinhá Sabóia (Bairro Dom Expedito)
Coordenação: Profa. Ms. Maria Antonia Veiga Adrião – UVA e Prof. Ms. Igor Moreira – UVA
18:15h Programação Cultural
19:15h Simpósio Temático (Apresentação de Trabalhos)


SEXTA-FEIRA – 13/11/09
08:00h PALESTRA: ANÁLISE DE IMAGENS EM LIVROS DIDÁTICOS
Profª. Dra. Chrislene Carvalho dos Santos – UVA e INTA
Local: Auditório Milton Santos – CCH
18:15h Sarau de Poesia
19:15h Simpósio Temático (Apresentação de Trabalhos)
21:00h Encerramento (Programação Cultural)
Segundo a professora, nos países pobres, emergentes ou em desenvolvimento, a questão da urbanização e da metropolização retorna ao centro de discussões, pois é preciso considerar o papel da industrialização no processo de urbanização das distintas regiões do Brasil segundo as especificidades locais.

O debate havido no segundo expediente da sessão itinerante da Assembléia em Sobral, nesta sexta, 23, tratou do tema da criação da Região Metropolitana daquela cidade, conduzido sob a presidência do deputado Professor Teodoro.
Participante deste debate como convidada especial, a professora Maria Adélia Aparecida de Souza, do Departamento de Geografia Humana e Planejamento da Universidade de São Paulo (USP), reconhecida por seus conhecimentos e sua vida dedicada à pesquisa e à docência, hasteou a bandeira de que Sobral já é uma metrópole regional quaternária, científica e internacional, ao contrário das teses ainda dominantes no Brasil.
De acordo com a professora, nos países pobres, emergentes ou em desenvolvimento, a questão da urbanização e da metropolização retorna ao centro de discussões por razões diversas, dentre elas, a de que é preciso considerar o papel da industrialização no processo de urbanização das distintas regiões do Brasil segundo as especificidades locais, pois este processo acontece de maneira diferente em cada uma delas.
É necessária ainda, segundo Maria Adélia, averiguar na realidade presente o papel das relações sociais, da vida das relações sociais, que estão fundamentadas na dinâmica do setor de prestação de serviços, o que já acontece com Sobral em relação aos seus vizinhos, influenciando e gerando um entrelaçamento tanto no aspecto econômico, cultural, de matriz geradora de conhecimentos ou de empregos.
Conforme a professora torna-se necessário observar de que maneira esta vida interrelacionada produz circuitos espaciais de produção e círculos de cooperação, de forma a abrir a discussão sobre a importância da criação de metrópoles no mundo pobre, através da revisão e do fortalecimento dessa função terciária, que permeia inclusive a atividade industrial, quando gera a flexibilidade da produção, seccionando muitos dos seus processos e deslocando-o para outros centros.
Finalizando sua intervenção naquele debate, Maria Adélia ressaltou que não se deve nem se pode esquecer que a regionalização é um instrumento político poderoso; delimitar territórios e denominá-los, como é o caso das regiões metropolitanas, é um ato político, antes de tudo.
Acrescentou ainda que a implantação de uma região metropolitana, especialmente em países pobres, em vias de desenvolvimento ou emergentes, pode se constituir tanto numa ferramenta de combate à pobreza como uma concepção inovadora nas ciências sociais, destacando-se aí a Geografia e a Ciência Política.
Fonte: http://www.professorteodoro.com.br
Na oportunidade, o deputado Professor Teodoro defendeu mais uma vez a implantação da região Metropolitana de Sobral, por entender que a cidade tem todas as condições de ser pólo de uma região metropolitana.

O deputado Domingos Filho (PMDB) instalou em Sobral nesta sexta feira, 23, a segunda sessão itinerante da Assembleia neste ano, e quarta desta legislatura, atendendo a proposição do deputado Ferreira Aragão (PDT) e subscrita pelo deputado Professor Teodoro (PSDB), cumprindo o que determina o Regimento Interno da Casa, de realizar-se a cada semestre uma sessão ordinária em um município do interior do Ceará.
Participaram da sessão o secretário de Estado das Cidades, Joaquim Cartaxo, o prefeito de Sobral, Leônidas Cristino, o presidente da Câmara Municipal de Sobral, vereador Hermenegildo Sousa Neto, a presidente da Associação dos Municípios e Prefeitos do Estado do Ceará (Aprece), Eliene Brasileiro e o reitor da Universidade Vale do Acaraú (UVA), Antônio Colaço Martins, além de 18 parlamentares estaduais.
Na oportunidade o deputado Professor Teodoro defendeu mais uma vez a implantação da região Metropolitana de Sobral, por entender que a cidade tem todas as condições de ser pólo de uma região metropolitana.
De acordo com o Projeto de Indicação 91/2009 de sua autoria, que propõe a criação desta Região Metropolitana, esclareceu aos presentes que a mesma será composta por dezoito municípios, que a proposta já foi aprovada pela Casa e que deverá ser encaminhada pelo presidente Domingos Filho ao governador Cid Gomes (PSB) em seguida.
Por ter fomentado políticas de expansão do ensino superior, de acordo com Teodoro, quando recebeu um campus da Universidade Federal (UFC) e da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), Sobral converteu-se em um dos mais importantes centros urbanos do Ceará.
Tomando este fato em consideração, o parlamentar afirmou que a Princesa do Norte já pode ser considerada uma metrópole regional, complementando que Sobral é uma “cidade científica”, citando que a produção acadêmica local foi alavancada por mais de 13 mil universitários.
Fonte: http://www.professorteodoro.com.br
quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Na última sexta-feira, 23, o ginásio poliesportivo Dr. Plínio Pompeu foi palco da abertura dos Jogos Escolares Sobralenses, faixa etária entre 8 e 12 anos. Este ano, o JES terá a participação de estudantes de 38 escolas, sendo 32 da rede municipal e 6 da rede particular, que disputarão as seguintes modalidades esportivas: futsal, futebol, volei, basquete, handebol, atletismo, karatê, natação, xadrez, dama, tênis de mesa, capoeira, bike street, bicicross e skate. A competição, diferente dos anos anteriores, realizar-se-á durante os finais de semana, encerrando-se no dia 14 de novembro, quando será escolhida a Rainha dos Jogos.
FUTSAL
LOCAL: GINÁSIO POLIESPORTIVO e ESCOLA OSMAR DE SÁ PONTE
DATA: 23, 24, 25, 31/10 e 01, 02, 07 e 14 /11
HORÁRIO: 08h as 18h
VOLEIBOL E BASQUETE
LOCAL: GINÁSIO POLIESPORTIVO e ESCOLA OSMAR DE SÁ PONTE
DATA: 23, 24, 25, 31/10 e 01, 02, 07 e 14 /11
HORÁRIO: 08h as 18h
HANDEBOL
LOCAL: ESCOLA RAUL MONTE
DATA: 23, 24, 25, 31/10 e 01, 02, 07 e 14 /11
HORÁRIO: 08h as 18h
FUTEBOL
LOCAL: MINI ESTÁDIO DA MARGEM ESQUERDA
DATA: 23, 24, 25, 31/10 E 01, 02, 07 e 14 /11
HORÁRIO: 08h às 11h e 16h às 18h
SKATE / PATINS E BIKE STREET
LOCAL: PISTA DE SKATE PARQUE DA CIDADE
DATA: 24/10
HORÁRIO: 16h
BICICROSS
LOCAL: PISTA DE BICICROSS
DATA: 25/10
HORÁRIO: 8h
ATLETISMO
LOCAL: ESTÁDIO DO JUNCO
DATA: 31/10
HORÁRIO: 15h30
CAPOEIRA
LOCAL: GINÁSIO POLIESPORTIVO DR. PLÍNIO POMPEU
DATA: 08/06
HORÁRIO: 16h
XADREZ, DAMA E TENIS DE MESA
LOCAL: ESCOLA EDUCAR SESC
DATA: 07/11
HORÁRIO: 8h
KARATÊ
LOCAL: GINÁSIO POLIESPORTIVO DR PLÍNIO POMPEU
DATA: 07/11
HORÁRIO: 08h
GINÁSTICA RITMICA
LOCAL: GINÁSIO POLIESPORTIVO DR. PLÍNIO POMPEU
DATA: 14/11
HORÁRIO: 12h
VOLEI DE AREIA
LOCAL: ARENA DO GINÁSIO POLIESPORTIVO DR. PLÍNIO POMPEU
DATA: 01/11
HORÁRIO: 15h30
NATAÇÃO
LOCAL: CCS
DATA: 07/11
HORÁRIO: 8h
DESFILE DA RAINHA DOS JOGOS
LOCAL: GINÁSIO POLIESPORTIVO
DATA: 14/11
HORÁRIO: 16h
Foi muito legal ver a educação sobralense mais uma vez ser mostrada como exemplo para o Brasil. Na manhã deste domingo (25), o Canal Futura mostrou reportagem sobre a Escola Municipal Cel. Francisco Aguiar, de Aracatiaçu, que mostra que é possível oferecer educação de qualidade para os filhos dos trabalhadores, investindo com seriedade os recursos públicos e buscando alternativas de ensinar cidadania para essas crianças e adolescentes. Um exemplo a ser seguido por quem se propõe a fazer educação pública com qualidade.
Parabéns a todos os que fazem à secretaria da Educação de Sobral, e a comunidade escolar (diretores, professores, alunos e pais). Esta mesma matéria foi apresentada pelo programa Globo Educação, na manhã deste sábado (24).
Crítica é do pesquisador peruano Santiago Cueto, especialista na área. Para ele, as políticas devem levar em conta o resultado em avaliações.
Fonte: 28/10/2009 - G1 Vestibular e Educação
O TRF-3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) determinou que o Ministério da Educação marque uma nova data para que estudantes judeus possam prestar o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).
Depois do vazamento da prova, o exame foi remarcado para os dias 5 e 6 de dezembro, respectivamente sábado e domingo. Porém, para judeus sabáticos e adventistas, o sábado é um dia sagrado, no qual não pode haver nenhuma atividade até o anoitecer. A decisão é inédita e beneficia 22 alunos do Centro Educacional de religião Judaica.

O MEC, que responde pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), afirmou que irá recorrer da decisão salientando que existem salas especiais para "sabatistas". No dia da prova, eles devem chegar ao 12h junto com os outros estudantes, permanecer no prédio até o fim do período sagrado e em seguida, começar a prova. Parte da comunidade judaica alega, porém, que isso faz com que os estudantes fiquem em desigualdade de condições.

Os advogados Rogério Luiz dos Santos Terra, Vicente Bagnoli e Ari Marcelo Sólon entraram com uma ação para garantir que os alunos da escola participassem do exame. Com a participação dos alunos, a escola também entra no ranking do MEC. Para o advogado Vicente Bagnoli, a decisão é justa e abre precedente para outras religiões que também guardam os sábados, como os adventistas. “A decisão faz o Estado repensar e respeitar as individualidades religiosas de cada um”, afirma Bagnoli.

A decisão do relator do caso no TRF-3, Mairan Maia, desta quinta-feira (22/10) não impõe nenhuma sanção contra o Inep caso a determinação não seja cumprida, entretanto, o MEC irá recorrer por meio de agravo. Ainda assim, o advogado Rogério Terra afirma que se não for estabelecida uma nova data para a realização do exame, ele entrará com uma petição para fazer cumprir a decisão do magistrado. Terra ressalta que essa decisão visa garantir não só a liberdade de crença como também que estes alunos possam competir com igualdade no ingresso da faculdade, isso porque, “cada vez mais se utiliza o resultado do Enem”. O advogado afirma ainda, que no futuro pode entrar com uma ação para garantir os mesmos efeitos no Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes), avaliação para estudantes de nível superior.


Fonte: 27/10/2009 - Última Instância
Mariana Ghirello
O novo Fundo Social que está sendo criado por meio do PL 5940/2009 para gerir os investimentos da União advindos da camada pré-sal pode render até R$ 7,5 bilhões por ano para a educação. Porém, o projeto original precisa ser radicalmente alterado.

Segundo estimativas anunciadas no último dia 20 de outubro pelo secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, o Fundo Social deve administrar um montante de R$ 15 bilhões por ano.

Com base em uma proposta da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, a etapa estadual de São Paulo da Conae (Conferência Nacional de Educação) aprovou uma emenda que determina vinculação imediata de 50% dos recursos arrecadados pelo Fundo Social para a educação. Desse total, 30% ficariam com o MEC (Ministério da Educação) e outros 70% seriam transferidos a estados e municípios com pior renda per capta.

Assim, caso se confirmem as estimativas do Ministério da Fazenda e seja incorporada ao PL 5940/2009 a proposta aprovada na etapa da Conae do estado de São Paulo, cerca de R$ 5,25 bilhões iriam para redes públicas de educação básica, via transferências a estados e municípios. Outros R$ 2,25 bilhões seriam destinados ao ensino superior e técnico profissionalizante por meio da gestão direta do MEC.

Para o coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara, se essa proposição não for incorporada ao PL 5940/2009, o pré-sal colaborará muito pouco com a educação pública. “É claro que qualquer recurso financeiro é importante, mas tomando como referência a dívida histórica educacional brasileira e uma perspectiva de justiça social e regional, até mesmo os R$ 7,5 bilhões são insuficientes, embora sejam muito bem-vindos.”

O CAQi e os recursos do pré-sal
A referência para tal afirmação é o estudo do CAQi (Custo Aluno-Qualidade Inicial), desenvolvido pela Campanha. Segundo a pesquisa, para se garantir uma educação de qualidade para os 47 milhões de alunos que hoje estudam nas redes públicas de educação básica, são necessários investimentos adicionais e anuais na ordem de R$ 29 bilhões. Caso o Estado brasileiro decida cumprir com seu dever diante das metas do Plano Nacional de Educação, é necessário investir R$ 118,9 bilhões por ano. Atualmente, a Campanha e o Conselho Nacional de Educação estudam uma forma de tornar o CAQi a principal referência para o financiamento público educacional.


Emendas parlamentares
As emendas mais promissoras apresentadas por parlamentares ao PL 5940/2009 subsidiam os princípios em que se balizam a proposta da Campanha, porém são mais tímidas. O deputado Luiz Carreira (DEM-BA) estipula vinculação de 25% para a educação, Ivan Valente (PSOL-SP) 15%, Paulo Ruben Santiago (PDT-PE) 18% e Lupércio Ramos (PMDB-AM) propõe uma destinação entre 15% e 30%. A presidenta da Comissão de Educação e Cultura da Câmara, Maria do Rosário (PT-RS), também apresentou duas sugestões: 20% do total do Fundo Social para educação na primeira proposta e dois quintos para os dois setores da sua Comissão na segunda (veja todas as emendas).

De acordo com esses percentuais, o montante destinado à educação ficaria entre R$ 2,25 bilhões e R$ 4,5 bilhões, ou R$ 6 bilhões compartilhados com a área da Cultura, na proposta da deputada Maria do Rosário (leia entrevista com a presidenta). Contudo, todas essas emendas, tanto a da Campanha como a dos parlamentares, precisam convencer o deputado Antônio Palocci (PT-SP) e serem incorporadas em seu relatório para, posteriormente, serem aprovadas pela Comissão Especial que analisa a matéria e pelo plenário da Câmara.

Fonte: 27/10/2009 - Campanha Nacional Pela Direito à Educação
De um lado estão professores e alunos, que podem ter acesso online a softwares, animações, mapas e roteiros de aulas para complementar o conteúdo dado em sala. De outro, professores de universidades que desenvolvem essas ferramentas, os Recursos Educacionais Abertos (REAs).
“Universidades e Escolas trabalham há tempos com REAs nos Estados Unidos. O governo Obama anunciou investimento de US$ 50 milhões em REA recentemente”, diz a brasileira Carolina Rossini, pesquisadora do Berkman Center for Internet and Society, da Universidade Harvard. Ela participará em São Paulo de um seminário sobre REAs que será realizado quinta e sexta-feiras na Escola de Direito da Fundação Getulio Vargas.Grande parte desses recursos abertos pode ser encontrada em sites de universidades e institutos de pesquisa americanos, como a Rede Merlot, a Universidade do Colorado, o Institute of Physics (IOP) e o Wolfram Research. No IOP, o professor encontra roteiros de aulas com sugestões sobre como abordar temas como eletricidade e astronomia. No site da Universidade do Colorado, o aluno brinca com conceitos da física. Em uma das simulações online, o estudante lança corpos de um canhão e tem de acertar um alvo levando em conta variáveis como velocidade e resistência do ar.
No Brasil, a Secretaria do Ensino a Distância do Ministério da Educação criou o Banco Internacional de Objetos Educacionais, onde estão catalogados online mais de 7 mil recursos didáticos. A secretaria tem duas frentes de trabalho. Em edital de 2007, selecionou 13 instituições para criar conteúdo a ser depositado no banco, num investimento de R$ 55 milhões. Tem também parceria com nove universidades para pesquisar, no Brasil e no exterior, objetos para serem agregados à página.
“Essas ferramentas podem ser usadas na Educação a distância e em cursos presenciais. Permitem ao estudante interagir até sozinho, em casa”, diz Nelson Studart, professor da Universidade Federal de São Carlos e coordenador da equipe da instituição que captura recursos didáticos para o banco do governo. Depois de escolhido por professores e mestrandos da UFSCar, o material é catalogado em área, série Escolar indicada e autoria. “Se ele é interessante mesmo, entramos em contato com o autor, para ver a questão das licenças.” Antes de entrar na página do governo, o REA ainda precisa passar pelo crivo de um comitê do ministério.
Segundo o secretário de Educação a Distância, Carlos Eduardo Bielschowsky, o banco surgiu para criar uma “cultura da tecnologia da informação” na rede pública. “Quando a gente fala em recursos online, está falando em multimídia em especial. Estamos rompendo a barreira do livro.”
Uma ferramenta que também vai além do livro são os jogos educacionais. Embora não estejam online no banco, alguns deles já têm seu valor reconhecido. O governo lançou, em 2006, o primeiro edital para desenvolvimento desses games, por meio da Financiadora de Estudos e Projetos. A Finep escolheu, entre outros, o grupo Comunidades Virtuais, do programa de pós-graduação em Educação da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), criador do jogo Tríade - Liberdade, Igualdade, Fraternidade, no qual o aluno deve se colocar no lugar de um menino na época da Revolução Francesa.
Um dos envolvidos no projeto do Comunidades Virtuais é o pedagogo Jaime de Oliveira Praseres Júnior, também consultor da produtora Redalgo. A empresa criou, em parceria com o físico Marcelo Gleiser, o Operação Cosmos, no qual alunos do ensino fundamental têm de desvendar desafios da física, matemática e outras disciplinas. “Há várias situações de aprendizagem nas fases do jogo”, diz Praseres.

Fonte: 27/10/2009 - JORNAL DA TARDE (SP)
Conteúdo na rede Sites de REA http://objetoseducacionais2.mec.gov.br/ http://phet.colorado.edu www.iop.org www.merlot.org http://www.wolfram.com/
terça-feira, 27 de outubro de 2009
Pesquisa mostrou que esses profissionais ainda se preocupam muito mais com a burocracia que com o pedagógico
Os diretores de escolas públicas no Brasil trabalham aproximadamente dez horas por dia. Eles têm, em média, 46 anos de idade - e menos de oito no exercício da função. Em seu cotidiano, as prioridades da agenda são cuidar da infraestrutura, conferir a merenda, vigiar o comportamento dos alunos, atender os pais, receber as crianças na porta, participar de reuniões com as secretarias de Educação e providenciar material. Sobra pouco tempo para conversar com professores, prestar atenção nas aulas e buscar a melhoria do ensino, a meta essencial da escola.

Essas são as principais conclusões de uma pesquisa inédita realizada pelo Ibope entre maio e junho deste ano, a pedido da Fundação Victor Civita. Foram ouvidos 400 diretores de escolas públicas em Belém, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís e São Paulo. Cada entrevista durou cerca de 50 minutos e abordou desde características pessoais até a relação com as redes de ensino e com as equipes dentro das escolas. Nesta reportagem, você vai conhecer um pouco mais do perfil desses profissionais, com base em sete aspectos:

- rotina de trabalho,
- formação inicial e continuada,
- responsabilidades pedagógicas,
- autonomia na função,
- relação com as políticas públicas,
- perspectivas para a Educação
- formas de seleção para o cargo.

No dia a dia, os diretores passam muito tempo cuidando de tarefas administrativas - e pouco tempo com questões pedagógicas. Segundo a pesquisa, 90% verificam a produção da merenda todos os dias. O mesmo vale para a supervisão dos serviços de limpeza (84%), o fornecimento de lápis e papel (63%) e a conferência das condições das carteiras (58%). Ainda entre as tarefas que são desempenhadas diariamente, 92% afirmam dedicar tempo para atender pais, 74% para receber os alunos na porta e 89% para observar o relacionamento entre os funcionários e a comunidade. Porém 50% não acompanham as reuniões semanais entre os professores e a coordenação pedagógica. E 25% reconhecem que nunca olham os cadernos dos estudantes para verificar a evolução da aprendizagem.

Uma parte dos diretores ouvidos reconhece que tem negligenciado as atividades pedagógicas, mas a maioria aprova a rotina que adota. Para Maria Luiza Alessio, diretora de Fortalecimento Institucional e Gestão da Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), o gestor que cuida apenas de administração e infraestrutura esquece que isso só faz sentido quando utilizado como meio para melhorar o desempenho das turmas. "É por isso que à frente de quase todas as unidades há diretores que foram professores e deveriam se lembrar da importância do trabalho de sala de aula", afirma.
Formação e responsabilidade
Questionados sobre a formação, os diretores apontam uma preocupante contradição: 93% acham que sua primeira formação foi boa ou excelente, mas só 15% consideram que o curso (Pedagogia ou licenciatura numa das disciplinas do Ensino Fundamental) os preparou para o exercício da função de diretor. Ou seja, a faculdade é boa, mas não serve para o que acontece nas escolas... Talvez por isso os cursos específicos de gestão escolar oferecidos pelas redes públicas sejam tão bem avaliados: 89% dos diretores dizem que essas atividades colaboraram muito para a melhoria de seu trabalho.

Outra contradição aparece quando os diretores são questionados sobre quem é o responsável pelas notas baixas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Pela ordem, os "culpados" são o governo (48%), a comunidade (16%) e o professor (13%). O aluno, que é vítima do mau ensino, aparece com 9% das citações. Em seguida, vem a escola, com 7%. E o próprio diretor, o que ele tem a ver com o mau desempenho dos estudantes? Só 2% dos consultados acham que têm responsabilidade nisso. Numa visão distorcida, se veem como "importantes para a aprendizagem" (66%), mas não se colocam em cena quando o ensino fracassa. 45% tratam de questões burocráticas e de orçamento todos os dias. Isso mostra que, em vez de prevenir, eles remediam e acabam comprometendo cada vez mais tempo com questões sem ligação direta com o pedagógico. 57% escolheriam melhorar as condições do prédio se tivessem mais autonomia sobre a escola. A opção por investimentos estruturais foi a que mais apareceu e mostra a percepção dos diretores de que as reformas e ampliações das escolas são insuficientes.
Políticas públicas e a Educação
Apesar de culparem o governo pelos maus resultados no Ideb, os diretores reconhecem avanços na política educacional. Questionados sobre os principais avanços nos últimos dez anos, as respostas (espontâneas) mais citadas foram: a oferta de cursos de formação em serviço (30%), o surgimento das avaliações externas (22%), a distribuição de materiais didáticos (22%), a compra de equipamentos (17%) e a criação do Bolsa Família (13%). Graças a isso, os diretores brasileiros têm uma visão razoavelmente otimista sobre a Educação - hoje e, sobretudo, no futuro. Para 13%, a situação atual é boa - 53% opinam que é regular, 24% que é ruim, e 9%, péssima. E como estará o país daqui a dez anos nesse setor? Os gestores preveem um cenário ainda mais animador: 6% acham que o sistema educacional estará excelente, 58% bom, 24% regular, 5% ruim e 7% péssimo. "A princípio, esses números chegam a causar estranheza, diante de tantos problemas no dia a dia das escolas. Mas provavelmente os diretores fazem comparações com a realidade dos anos 1980 e 1990, quando as escolas recebiam muito menos ferramentas e formação de parte dos governos", acredita Adriana Cancella Duarte, do Departamento Escolar da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). 89% dizem que os cursos de gestão escolar oferecidos pelas redes contribuíram muito para melhorar seu trabalho na escola. O número reforça a forte demanda dos diretores por aulas de como gerir uma unidade escolar, que não são dadas em sua formação inicial de educador.
Seleção para o cargo
Finalmente, as formas de seleção para ocupar o cargo de diretor escolar também fizeram parte do levantamento encomendado pela Fundação Victor Civita ao Ibope. A eleição para diretor passou a ser (nas cidades pesquisadas) a principal forma de seleção para o cargo: 45% dos ouvidos foram eleitos, ante 25% que fizeram concurso público específico para a função e 21% nomeados ou indicados pelo secretário de Educação. Outros 5% afirmaram que passaram por uma seleção técnica e 4% por sistemas mistos, como um concurso prévio que seleciona aqueles que podem ser nomeados. Em seguida, perguntou-se qual é a melhor forma de contratação de um diretor. E, para 49% dos entrevistados, é a eleição, principalmente porque ela garante o respaldo da comunidade e porque a pressão política é menor. Na opinião de 35%, o caminho deveria ser o concurso público, enquanto a nomeação foi apontada por apenas 5% do total (ou seja, nem mesmo os atuais indicados reconhecem que essa é uma boa forma de escolha).

Fonte: 26/10/2009 - Revista Gestão Escolar

A Prefeitura Municipal de Sobral, através da Secretaria da Cultura e do Turismo, convida a sociedade sobralense para participar da II Conferência Municipal de cultura a ser realizada no dia 30/10, sexta-feira, de 8h às 17h, no Thetro São João.

A Conferência objetiva discutir a cultura nos seus aspectos da memória, de produção simbólica, da gestão, da participação social e da plena cidadania. O tema CULTURA, DIVERSIDADE, CIDADANIA E DESENVOLVIMENTO norteará as discussões em todos os níveis e modalidades subdivididos nos eixos temáticos:

1 - Produção Simbólica e Diversidade Cultural
2 - Cultura, Cidade e Cidadania
3 - Cultura e Desenvolvimento Sustentável
4 - Cultura e Economia Criativa
5 - Gestão e Institucionalidade da Cultura

Sua participação é de grande importância para o êxito da Conferência. As inscrições poderão ser realizadas com antecedência na Casa da Cultura e/ou Escola de Música de Sobral.

Atenciosamente,

Antonio Carlos Campelo Costa
Secretário da Cultura e do Turismo
Pesquisa da Fundação SM e a Organização dos Estados Ibero-Americanos sobre "A formação e a iniciação profissional do professor e as implicações sobre a qualidade de ensino" mostra como o professor vê sua própria formação. O levantamento inédito foi feito com professores de todas as regiões brasileiras para saber o que pensam a respeito dos primeiros anos de carreira. Foram distribuídos 15 mil questionários para professores de Educação Básica em pleno exercício da profissão, durante o primeiro semestre de 2009. Foram consideradas respostas de 3.512 professores de todo o Brasil, quase que a totalidade de professores de Escolas públicas (96,3%).
De acordo com mais da metade dos entrevistados, a qualidade do sistema educacional brasileiro está diretamente relacionada à formação inicial do docente. Entretanto, menos de 20% dos docentes creem que o currículo da formação inicial contemple todas as competências necessárias para o exercício da profissão e quase a metade dos professores considera que não há equilíbrio entre teoria e prática nos currículos de Pedagogia e das licenciaturas.

Buscou-se analisar quais são os aspectos mais importantes para que um curso formador de professores tenha qualidade. São elas: capacitação para planejamento de aulas, abordagem de temas atuais relativos à infância e juventude e apresentação de estratégias para a avaliação da aprendizagem. Os estágios supervisionados são considerados menos importantes.

Para conhecer a pesquisa na íntegra, acesse http://www.pluricom.com. br/clientes/grupo-sm/noticias/2009/10/AF_pesquisa_baixa.pdf .

Fonte: 23/10/2009 - O MOSSOROENSE (RN)
Os professores da rede pública de ensino poderão contar com medidas de prevenção e recuperação de desordens vocais. Proposta nesse sentido, criando o Programa Nacional de Saúde Vocal, foi aprovada nesta quarta-feira (21) na Comissão de Assuntos Sociais (CAS). A matéria é autorizativa para o poder público e segue agora para votação pelo Plenário do Senado.
A nova prova do Exame Nacional do ensino médio (Enem), adiada para 5 e 6 de dezembro depois de denúncias de fraude, vai custar cerca de R$ 140 milhões ao Ministério da Educação (MEC).


A nova prova do Exame Nacional do ensino médio (Enem), adiada para 5 e 6 de dezembro depois de denúncias de fraude, vai custar cerca de R$ 140 milhões ao Ministério da Educação (MEC). Um extrato publicado ontem no Diário Oficial da União mostra que apenas o contrato emergencial, a ser assinado nos próximos dias com o consórcio de empresas responsável pela aplicação dos testes, está orçado em R$ 99,9 milhões.

Além disso, haverá despesas extras para reimpressão, embalagem, manuseio e entrega dos cadernos de provas. A comprovação dos problemas de segurança e o adiamento do teste levaram várias universidades a desistirem de usar o Enem em seus vestibulares.

O novo contrato a ser assinado entre o MEC e o consórcio responsável pela aplicação do Enem, formado pela Fundação Universidade de Brasília/Cespe e a Cesgranrio, vai tomar como base o valor de R$ 35 por aluno inscrito no teste. A gráfica RR Donnellet Moore vai receber mais de R$ 30 milhões para impressão, manuseio, embalagem, rotulagem e entrega dos cadernos das provas para os Correios. Outros R$ 99,9 milhões serão pagos ao consórcio para sua aplicação e ainda haverá despesas de correção dos testes, num total de cerca de R$ 140 milhões. Reformulado este ano pelo MEC, o Enem será a única forma de seleção em boa parte das universidades federais, além daquelas em que o teste vai substituir a primeira fase do vestibular ou será usado para compor a nota e para preencher vagas ociosas. Com mais de 4 milhões de candidatos inscritos, o exame foi alvo de fraude às vésperas da sua aplicação, em 3 e 4 de outubro, e teve que ser remarcado. (Com agências)

Fonte: 23/10/2009 - ESTADO DE MINAS (MG)

Câmara dos Deputados aprovou esta semana projeto que torna obrigatório o diploma universitário e licenciatura para todos os professores do ensino básico. A exigência passará a valer também para creches e Escolas de ensino fundamental e Médio, tanto na rede pública quanto na privada. Trata-se de uma medida importante para qualificar o ensino brasileiro. É na Educação básica que existe a necessidade dos melhores profissionais, pois é nesta fase que se constrói o alicerce da formação dos estudantes. Só que este projeto bem-intencionado, ainda na dependência de aprovação do Senado, precisa se transformar em prática. Num país com dificuldades para contemplar até mesmo questões essenciais, a intenção vai exigir uma série de precondições para se transformar em realidade.
A Lei de Diretrizes e Bases, de 1996, estabeleceu um período de 10 anos para que todos os professores do ensino fundamental tivessem o diploma superior. O prazo chegou ao final e, como costuma ocorrer nesta e em outras áreas para as quais deveria ser concedido sempre tratamento prioritário, a situação pouco se alterou. Os dados oficiais indicam que, hoje, apenas 61,6% dos professores do ensino básico estariam dentro da lei se a exigência já estivesse valendo. O elevado volume de educadores a ser treinado, portanto, reforça a visão de integrantes do Ministério da Educação (MEC), para os quais o mais prudente, nesta etapa, seria direcionar a lei para o ensino básico neste momento, deixando as creches para serem incluídas mais à frente.
Hoje, uma das questões cruciais nessa área é o fato de os professores, de maneira geral, enfrentarem dificuldades para bancar um curso de nível superior. Muitos deles começam a lecionar cedo e não têm como continuar os estudos. O resultado é que ganham pouco, entre outras razões, por não terem cursado uma universidade e não conseguem continuar se aprimorando porque não dispõem dos recursos necessários. A pretensão da Câmara de exigir curso superior para todos os professores do ensino básico já estará favorecendo a melhoria da qualidade do ensino se contribuir para a lei ser posta em prática. Um dos pressupostos para alcançar os objetivos nesta área em regiões mais remotas, nas quais sequer há curso superior, é apostar em alternativas como o ensino à distância, por exemplo.
É indispensável que, em complemento à lei, o governo garanta os investimentos na formação de educadores e fiscalize adequadamente a execução de um cronograma para a universalização da medida. Professores precisam contar com formação mínima para cumprir seu papel na Educação de crianças e jovens, pois esses são os futuros profissionais, dos quais o país depende para expandir sua economia e se firmar como nação.

Fonte: 23/10/2009 - ZERO HORA (RS)
A Escola Antonio Mendes Carneiro e a Escola Ivonir Aguiar Dias fizeram uma parceria para homenagear os Professores e os Servidores. No sábado, 24/10, as escolas reuniram-se na sítio Timbal numa gostosa manhã de lazer com música ao vivo, churrasco e muitas brincadeiras.
A título de curiosidade, o serviço público em nosso país teve origem em 1808, quando a família real portuguesa veio ao Brasil. A partir daí é que começou a ser tomada uma noção de trabalho administrativo, já que houve a necessidade de reger o país de acordo com a diplomacia real. O dia do funcionário público foi instituído no ano de 1943, quando o presidente Getúlio Vargas escolheu 28 de outubro. Mas foi em 1990, quando surgiu o Estatuto dos Servidores Públicos, que a nomenclatura funcionário público foi substituída por servidor público.
Parabéns Servidores! Vocês merecem todo nosso reconhecimento e gratidão.

Está aberta a pré-inscrição para a segunda etapa da formação inicial do Plano Nacional de Formação dos Profissionais de Magistério da Educação Básica. A formação é realizada por meio da Plataforma Freire, e é voltada para os professores em exercício das escolas públicas do país, que não possuem licenciatura, ou que possuem fora da sua área de atuação.

A pré-inscrição vai até o dia 30 de novembro. Os cursos são ofertados para diversas situações: 1ª Licenciatura, voltada para professores que não possuem curso de graduação e 2ª Licenciatura, para docentes que têm formação em nível superior, porém, em área distinda da Licenciatura ou Pedagogia.

Para realizar a pré-inscrição, acesse http://freire.mec.gov.br/.

O ponto alto acontece dia 30, com a realização da Festa do Servidor, no Cambeba, a partir das 18 horas.

Outubro é um mês muito especial para o servidor público estadual. Para homenagear a categoria, o Governo do Estado, por meio da Escola de Gestão Pública, órgão vinculado à Secretaria do Planejamento e Gestão, definiu uma vasta programação, incluindo atividades em diversas áreas. O importante é fortalecer a integração da categoria, dentro da política de valorização do servidor público. O ponto alto será no dia 30, no Centro Administrativo Governador Virgílio Távora, no Cambeba, com um roteiro a ser cumprido das 8h30min às 23 horas, com realização de sorteio de brindes durante todo o dia.
A política de valorização da categoria tem espaço para o reconhecimento a iniciativa inovadora com a concessão da Medalha do Mérito Funcional, a ser entregue pelo Governador do Estado, no próximo dia 30, às 10 horas, no auditório da Secretaria do Planejamento e Gestão.
O servidor poderá participar da Exposição Patativa de Assaré, Feira de Artes e Mostra de Talentos, envolvendo música, poesia e humor. Haverá também apresentação de corais, mensagem terapêutica, Feira de Livros e premiação da melhor torcida. Uma das novidades este ano será a Gincana da Solidariedade, com doação de sangue, latas de leite e lençóis.
Lançada no ano passado, a escolha da Miss Servidora Pública foi sucesso e está de volta, agora com duas categorias: de 18 a 35 anos e acima de 35 anos. A programação do dia 30 será concluída com a tradicional Festa do Servidor, a partir das 18 horas, prolongando-se até as 23 horas, com shows de Ítalo e Reno, Samba Vip e Forró Sacode.
Mas, antes de chegar ao dia 30, o servidor terá oportunidade de desfrutar de outros benefícios, como acesso gratuito a apresentações artísticas e culturais no Theatro José de Alencar e Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, oficina de artesanato e visita ao Porto do Pecém.
A Semana do Servidor terá ainda a cerimônia de entrega dos troféus aos vencedores dos VII Jogos de Integração dos Servidores Públicos, cujas disputas foram iniciadas em setembro em 12 modalidades: basquete, futebol society aberto, futebol society master, futsal, vôlei, vôlei de praia, sinuca, gamão, dama, tênis de mesa, natação e atletismo.
Fonte: Assessoria de Imprensa da Seplag:
Luiz Pedro (luizpedro@seplag.ce.gov.br – (85)3101.4516)

O governador Cid Gomes se reuniu nesta segunda-feira (26/10) com o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU) e membro da Academia Fortalezense de Letras, Ubiratan Aguiar, com o secretário da Cultura, Auto Filho, e com diversos escritores cearenses para definir um programa de incentivo a autores do Ceará. Ao todo, o Estado disponibilizará R$3,5 milhões para aquisições, reedições e publicações de obras literárias inéditas de escritores cearenses. Estes livros serão distribuídos para bibliotecas municipais de todos as 184 cidades do Estado.
Para o governador, o incentivo à cultura deve sempre dar atenção maior aos autores cearenses. "Este programa não só recuperará parte da história literária do Ceará, como também lançará novos nomes que precisam de apoio para publicar e divulgar seus trabalhos", disse Cid.
"Este é o primeiro programa governamental de apoio aos escritores cearenses que terá tamanha magnitude", afirmou o secretário Auto Filho. "Os autores que tiverem seus livros adquiridos ou publicados, se comprometerão a participar de palestras, seminários e projetos de apoio à leitura em todos os municípios do Estado", ressaltou.
A seleção das obras que serão inseridas neste programa será feita pelo Conselho Editorial de Autores Cearenses (Ceace), que será formado por Barros Pio, da Academia Cearense de Letras, José Augusto Bezerra, do Instituto do Ceará, Mileide Flores, do Fórum Cearense da Literatura, Karine David, da Secult, e Pedro Castelo, da Casa Civil. O Conselho ainda contará com o ministro Ubiratan Aguiar como presidente de honra.
"Vamos revelar, destacar e reconhecer os méritos dos escritores cearenses. A Cultura deve ser sempre incentivada e este projeto terá um papel fundamental para desenvolver ainda mais as qualidades dos autores do Ceará", disse Ubiratan.
Fonte: Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Casa Civil comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3101.6247
Comemorações culminaram com abertura da IV Semana Nacional do Livro

A primeira dama Lily Cristino agradece pela homenagem e reconhece a importância da Biblioteca para todos os sobralenses
A Biblioteca Municipal Paulo Lustosa da Costa realizou, na noite dessa quinta-feira, 22, solenidade de outorga do Troféu Amigos da Biblioteca, assinalando um importante marco de abertura da Semana Nacional do Livro (23 – 29 de Outubro). A primeira dama do Município, Lily Cristino e o secretário da Educação abriram, oficialmente, a IV Semana Nacional do Livro e a programação comemorativa aos quatro anos de funcionamento da Biblioteca Lustosa da Costa.A programação constou de dança dos alunos da Escola Trajano de Medeiros e exposição do Projeto Amigos da Leitura, contando também com oficinas com alunos, dando a oportunidade para as crianças conhecerem a vida e obra de Tarsila do Amaral, uma das mais importantes pintoras brasileiras do movimento modernista, tendo como facilitadora a professora Francisca Maria.Lily Cristino recebeu os Troféus Amigos da Biblioteca, destinados a ela e ao prefeito Leônidas Cristino.

Outros 11 agraciados também receberam o Troféu, significando o reconhecimento da Biblioteca às ações de apoio às atividades desenvolvidas ao longo do ano. O reconhecimento estendeu-se também à secretária do Planejamento Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, Juraci Neves, reconhecida como maior doadora de livros em 2009.


Relação de Homenageados:

1. Leônidas Cristino – prefeito
2. Lily Cristino – primeira dama
3. Júlio César Costa Alexandre – secretário da Educação
4. José Gutemberg Frota Rios – adjunto da Gestão
5. Jorge Vasconcelos Trindade – comandante da Guarda Civil Municipal
6. Haroldo da Silva Rosa
7. Rui Brito da Silva – coordenador da Comunicação da Prefeitura
8. José Reinaldo Dualibe Mendonça Júnior – coordenador da Informática da Prefeitura
9. Professor Gerardo Cristino Filho – diretor da Faculdade de Medicina de Sobral
10. Maria da Conceição Viana Rodrigues – coordenadora da Merenda Escolar
11. José Donato Araújo Neto – fotógrafo da Prefeitura
12. José Ivan Frota Rodrigues – comunicador
13. Luiza Helena Melo Leitão Sales.



O Projeto A Escola vai ao Cinema 2009 exibe na Mostra de Cinema de Arte o filme Verônica. As apresentações acontecem nos dias 21, 27 e 28 de Outubro, sempre às 19h30 no Cinema Renato Aragão, do Centro Comercial Pinheiro. Entrada Gratuita!Maiores informações 3611 2712 / 3614 2521

Verônica

Direção: Maurício Farias / AçãoCom: Andréa Beltrão, Marco Ricca, Matheus de Sá, Giulio Lopes.Verônica é professora da rede municipal de ensino há vinte anos e agora, na iminência de se aposentar e passando por sérios problemas pessoais, está exausta e sem a paciência de sempre.Um dia, na escola em que trabalha, ela percebe que ninguém veio buscar Leandro, um aluno de oito anos. Já é tarde da noite quando a professora decide leva-ló em casa. Ao chegar no alto do morro, encontram a polícia e muito tumulto.Traficantes mataram os pais de Leandro e querem matá-lo também.Verônica foge com o menino. Ela procura ajuda e descobre que a palícia também está ligada ao assassinato dos pais do menino. Sem poder confiar em ninguém, ela decide esconder o garoto.Assim, Verônica é obrigada a enfrentar policiais e traficantes para sobreviver. E enquanto procura uma maneira de escapar com o menino, redescobre sentimentos que estavam adormecidos na sua vida solitária e difícil.

Este é o estudante sobralense Nazareno Sousa Araújo, aluno do Palácio de Ciências e Línguas Estrangeiras, e da Escola Cesário Barreto Lima, do distrito de Taperuaba, um dos 35 selecionados em todo o Brasil para participar da edição 2010 do Programa Jovens Embaixadores. O estudante concorreu com mais de quatro mil estudantes do ensino médio de todos os estados brasileiros, que participaram do processo de seleção que envolveu 54 instituições parceiras da embaixada dos EUA espalhadas por todo o território nacional.
O interessante deste processo seletivo é que, além dos pré-requisitos básicos como fluência oral e escrita em inglês, foi feita uma análise de perfil psicológico e das participações voluntárias dos candidatos em trabalhos ligados à área social.Nazareno deve embarcar para os Estados Unidos em meados de janeiro de 2010, permancendo na terra do Tio Sam por cerca de 30 dias.
O excelente trabalho desenvolvido na educação sobralense pela Prefeitura, já deu ao município uma série de prêmios e o reconhecimento dos principais veículos de comunicação do país. Dando provas que o trabalho continua sendo bem feito, a Rede Globo, através do programa Globo Educação, apresentou neste sábado, dia 24, às 6hs da manhã, o trabalho que vem sendo desenvolvido pela equipe da Escola Municipal Cel. Francisco Aguiar, do distrito de Aracatiaçu, escolhida como uma das melhores escolas do interior do Nordeste. A experiência sobralense também foi mostrada no Canal Futura, no sábado, dia 24, às 10h30, e no domingo, dia 25, às 13h30.
Valeu a pena assistir, e sentir mais uma vez, orgulho de ser sobralense.
quarta-feira, 21 de outubro de 2009

segunda-feira, 19 de outubro de 2009


Em parceria com a EMBRAPA, as crianças da rede municipal de Sobral, da educação Infantil (4 e 5 anos) participaram no período de 5 a 13 de outubro do Projeto “Criança na Embrapa, uma Pesquisa de Bom Tamanho".
O projeto tem por objetivo realizar uma aula de campo para as crianças da Educação Infantil, oportunizando conhecer de perto a vida dos animais num Centro de Pesquisa.
Durante a visita as crianças conheceram os laboratórios e os campos de criação dos caprinos.
A partir da visitação, as crianças produziram desenhos que comporão uma exposição na semana de 26 a 30 de outubro de 2009, no hall da prefeitura. Aproveitamos para convidar a todos a visitarem a exposição.
Foram contempladas 10 escolas (8 escolas e CEIs de Educação Infantil) da Rede Pública Municipal, que sob a Coordenação do Sr. Ismar, técnico da Embrapa, desenvolveram uma belíssima aula de campo. Ao final das Visitas as crianças eram recepcionadas no auditório da referida empresa onde assistiram Contação de Histórias feitas pelo Grupo da Casa do Conto da Secretaria da Educação, momento de interação com os demais funcionários da empresa e, em seguida, saborearam um delicioso lanche.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009



quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Sábado, 17/09, em Sobral, o governador Cid Gomes autoriza o início das obras de duas escolas de Ensino Médio, em Jaibaras, às 9 horas, e em Rafael Arruda, às 11 horas. As unidades de ensino terão aporte financeiro da ordem de R$ 3,9 milhões. A construção, reforma e ampliação de novas escolas fazem parte da política educacional do Estado. Além da ampliação do acesso à escola, as novas unidades levam aos cearenses a melhoria da aprendizagem e preparam os alunos para o mundo do trabalho.
Às 20h teremos a assinatura da ordem de serviço da Escola Estadual de Educação Profissional de Sobral, localizada na venida John Sanford - COHAB III. A Escola de Educação Profissional funcionará nos turnos manhã e tarde, em tempo integral. A estrutura dispõe de 12 salas de aula, biblioteca, laboratórios de Línguas, Informática, Ciências(Física, Química e Biologia) e Matemática, além de dois espaços reservados às oficinas. O projeto oferta ainda auditório, teatro de arena, quadra polisesportiva e dependências administrativas como sala de professores, banheiros adaptados para deficientes físicos, entre outros espaços.







Obrigada pela visita!!!

Redes Sociais

Hora certa

Previsão do Tempo

A Hora da e Escola

A Hora da e Escola
Toda quinta-feira, às 13h30min, na Rádio Caiçara

Blogs Indicados

Meus Vídeos

A Embriaguez do Movimento

Posts do Blog

Seguidores

Popular Posts