Quem sou...

Minha foto
Professora Ms Herik Zednik
Este Blog foi criado com o intuito de estimular uma reflexão sobre a Educação. Discutiremos a educação como processo de mudança, daí o nome educere, que significa conduzir-se de um lugar ao outro ou de uma situação para outra. Neste sentido, refletiremos sobre uma educação que vem de dentro para fora e não apenas falaremos da educação formal, mas de tudo que a permeia e a ela é atribuído. Desta forma, entendemos que "tudo é uma questão de educação" e que, por isso, abordaremos notícias, campanhas, projetos, política, cidadania, ciência e tantos outros assuntos, afinal, educação é muito mais do que produzir conhecimento formal, é também ampliar horizontes, transformar atitudes, vivenciar cidadania.
Visualizar meu perfil completo


"A mais potente arma nas mãos do opressor é a mente do oprimido" - Steven Biko

"Leia! Leia não apenas as palavras, imagens e símbolos estampadas nas mais diversas mídias. Leia o mundo nas suas mais diversas formas e significados, leia as entrelinhas. Leia o tangível, o audível, o visível e quem sabe até o invisível. Leia o mundo e faça as mais diversas interrogações, afinal como diria nosso educador Paulo Freire "a leitura do mundo antecede a leitura da palavra". Nós estamos no mundo e uma parte dele está em nós através de nossas leituras."
Herik Zednik

“O fracasso do professor começa no momento que ele desiste de aprender”
Herik Zednik


"Quanto mais simples é a pessoa, mais ela sobe no meu conceito"
Herik Zednik

"Não conheço nenhum país, cidade ou município no mundo que tenha se desenvolvido sem ter investido seriamente em educação"
Herik Zednik

"Não importa quanto dinheiro tenha, quantos cargos ocupe, quanta fama possua ou poder detenha, a essência precisa ter dignidade, honestidade, generosidade e também muita humildade."
Herik Zednik

Para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade. " Confúcio

"Que ninguém se engane, só se consegue a simplicidade através de muito trabalho.." Clarice Lispector

"A educação só produz resultados em sociedades em que as pessoas podem fazer escolhas pessoais e econômicas, dando-lhes a oportunidade de serem criadoras e descobridoras." (Odemiro Fonseca em "Benefícios da liberdade")

"Educação serve pouco se as pessoas não forem livres. É só lembrar o que aconteceu nos países socialistas, onde a educação era considerada de qualidade."

"O discurso da impossibilidade da mudança para a melhora do mundo não é o discurso da constatação da impossibilidade, mas o discurso ideológico da inviabilização do possível" Paulo Freire

"A mente que se abre a uma nova idéia nunca voltará ao seu tamanho original." Albert Einstein

"Bendito, bendito é aquele que semeia livros, livros a mão cheia e manda o povo pensar; o livro caindo na alma, é germe que faz a palma, é chuva que faz o mar.". Castro Alves

Tecnologia do Blogger.

Ads 468x60px

Featured Posts

segunda-feira, 31 de agosto de 2009
Novas conclusões foram obtidas sobre um dos mais sérios aspectos entre os problemas educacionais brasileiros, em pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) com a finalidade de analisar as causas da evasão Escolar, segundo a visão dos próprios jovens e de seus pais.

O trabalho foi construído a partir de dados apresentados pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios e da Pesquisa Mensal do Emprego, com índices cotejados no sentido de avaliar o peso de um dos mais alegados motivos para os jovens abandonarem a Escola. A pesquisa desmente alguns mitos, ou preconceitos, como o de que a maioria dos jovens de comunidades e regiões mais pobres se vê obrigada a deixar o colégio pela necessidade de trabalhar para sustento da família. Verificou-se que, exatamente nas regiões mais ricas do País, o crescimento econômico e as oportunidades de emprego é que afastam o jovem dos estudos, pois as localidades caracterizadamente pobres não oferecem oportunidade de trabalho para pais ou filhos.

A recente crise econômica, ainda de acordo com o estudo procedido pela Fundação Getúlio Vargas, gerou um efeito dúbio: apesar da falta de empregos, o jovem procedente de classes sócio-econômicas inferiores persiste nos estudos por julgar que desta forma vai obter mais chances no competitivo mercado de trabalho. No grupo dos alcançados pelo programa Bolsa Família, entre crianças de até 15 anos, o papel do benefício se torna mais visível pelo controle da freqüência dos alunos do que pela própria matrícula.

O maior desafio se localiza, no caso, entre estudantes na faixa etária de 16 a 18 anos, refletindo o que também acontece nas Escolas públicas no campo do ensino médio, setor sempre mais problemático do que o ensino fundamental.

O difícil acesso ao livro, bem como aos equipamentos da informática, nas camadas menos favorecidas da população, é outra flagrante causa de desestímulo para os jovens em idade Escolar no Brasil.

As bibliotecas públicas, único recurso utilizado em centenas de localidades, literalmente não existem em cerca de 360 municípios brasileiros.

Registram-se, também, casos de cidades com bibliotecas cadastradas no Serviço Nacional de Bibliotecas Públicas, mas que tiveram de cerrar suas portas por causa da baixa remuneração oferecida aos funcionários. Muitos razoáveis acervos de livros, reunidos tantas vezes pelo esforço de pessoas dedicadas à Educação e à cultura, deterioram-se devido à inexistência de um local adequado para abrigá-los, ou simplesmente pela falta da necessária manutenção.

Todas as batalhas empreendidas em favor da melhoria de qualidade da Educação pública requerem, sobretudo, o efetivo engajamento de mestres, pais e estudantes, tanto no empenho constante de formularem reivindicações procedentes quanto na fiel observação, inclusive a partir do núcleo familiar, sobre qual a melhor e mais viável maneira de desenvolver o processo educacional.

Salvo em casos excepcionais, a pobreza não anula o senso de responsabilidade familiar pela formação Escolar dos filhos, quando a intenção real e objetiva é fazer valer a vontade cidadã.

Fonte: 30/08/2009 - DIÁRIO DO NORDESTE (CE)



Como um Estado cujo ensino está abaixo da média nacional tem o maior número de medalhistas em olimpíadas de química, física e matemática


TALENTO E OPORTUNIDADE

Arthur, João Victor, Levindo e Thalys, selecionados para uma Olimpíada Internacional de Química. Eles estudaram 20 horas extras por semana.

O Ceará é o maior medalhista brasileiro em olimpíadas acadêmicas nacionais e internacionais. Seja matemática, física ou biologia, a proporção de títulos cearenses impressiona. Dos 670 alunos que obtiveram medalhas em competições desse tipo nos últimos anos, 260 eram do Ceará. No vestibular do Instituto Tecnológico da Aeronáutica, considerado o mais difícil do país, 30% das vagas, todos os anos, ficam com estudantes cearenses. Particularmente em química, os cearenses são craques. Nos últimos quatro anos, todos os representantes brasileiros nas Olimpíadas Internacionais de Química saíram do Ceará – passando por seletivas que envolvem a cada ano 164 mil estudantes e 5.600 Escolas do país. O Ceará já conquistou 52 medalhas internacionais em química – entre disputas mundiais e ibero-americanas. Piauí, o segundo colocado, tem apenas nove.

Esse desempenho indica a excelência do ensino cearense, certo? Errado. Os alunos do Estado têm média inferior à brasileira. No Enem, o Exame Nacional do ensino médio, que avalia o que se aprendeu durante a vida Escolar, o Ceará está abaixo da maioria dos Estados. Se a estrutura do ensino deixa tanto a desejar para a grande maioria dos jovens, como alguns dos melhores estudantes do país surgem lá?

A resposta é que o Ceará simboliza como nenhum Estado o fosso entre Escolas públicas e particulares. A maior parte dos alunos que se destacam é de classe média e vem de famílias que valorizam o estudo. Para esses garotos, o Ceará oferece opções de ensino de qualidade. E mais: focado nos padrões internacionais. É o caso dos quatro estudantes cearenses que representaram o Brasil nas Olimpíadas Internacionais de Química, em julho, na Inglaterra. Levindo Garcia Quarto, de 17 anos, o brasileiro mais bem colocado, levou a medalha de prata. Levindo é um adolescente típico. Participa dos jogos interclasses do colégio, gosta de música e de piadas ingênuas. Sua vida mudou quando os professores de química notaram uma queda pela matéria. “Sempre fui um aluno regular, com notas boas na maioria das disciplinas”, diz. “Nunca pensei que um dia participaria de uma competição mundial.”

Desde que foi selecionado para disputar as olimpíadas, além da carga horária normal do colégio, Levindo dedicava 20 horas semanais ao estudo. Ele e os outros três cearenses ganhadores da seletiva brasileira: Thalys Sampaio Rodrigues e Arthur Braga Reis, de 17 anos, e João Victor Rocha Magalhães Caminha, de 16, que foi ouro na disputa nacional. Os quatro são alunos do mesmo colégio, o Ari de Sá Cavalcante. A Escola investe na preparação para as olimpíadas, e isso acabou se tornando uma espécie de marketing no mercado local. Já mandou alunos para as disputas mundiais de física, no México, e de biologia, no Japão. Além de professores próprios, o Ari de Sá contratou para ajudar na preparação o também cearense Walter Collyer Braga, 1o lugar na Olimpíada Estadual de Química, prata na Olimpíada Brasileira e no Campeonato Ibero-Americano e bronze no Mundial de 2008, na Hungria. “Quando um aluno volta das olimpíadas com uma medalha, contamina, no bom sentido, toda a Escola”, diz Walter, de 18 anos.

O Colégio 7 de Setembro, de Fortaleza, construiu um observatório astronômico, com duas estações telescópicas e uma cúpula giratória, para preparar os estudantes para a Olimpíada de Astronomia e Astronáutica. Vários de seus alunos já conquistaram medalhas. Thaís Macedo Bezerra Terceiro Jorge, de 18 anos, foi medalha de ouro no Campeonato Ibero-Americano de Química, realizado no Rio de Janeiro e prata na Olimpíada Internacional de Moscou em 2007. Os resultados lhe renderam um convite para o Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos Estados Unidos, onde se tornou pesquisadora. “As olimpíadas criaram perspectivas com que nunca sonhei”, diz. O coordenador nacional das Olimpíadas de Química, Sérgio Melo, diz que o que faz a diferença a favor dos cearenses é a obstinação. “Muitas Escolas criaram um ambiente propício para os alunos estudarem. Os frutos estão sendo colhidos agora.”

Na outra ponta, porém, está a grande maioria dos jovens do Estado. A nota do Ceará no Enem de 2008 foi 46,45. Três pontos abaixo da média nacional, que já é considerada muito ruim. O ensino público não tem a estrutura física, as salas confortáveis, os salários dos professores, a biblioteca e os laboratórios de um colégio como o Ari de Sá – como sabem Thiago Rodrigues, de 16 anos, André Luis Macena, de 15, e Naiane da Silva, de 17, alunos da Escola Estadual Helenita Mota, no Serviluz, um dos bairros mais violentos de Fortaleza. Lá, 560 estudantes se revezam em cinco salas. “Na verdade, são quatro salas e meia”, diz o diretor, Ivan Queiroz e Silva. Faltam professor de física e de sociologia. A Educação física é num terreno baldio ao lado da Escola.

Das 670 medalhas brasileiras em competições acadêmicas mundiais, 260 foram ganhas por cearenses Segundo Thiago, os estudantes da rede pública não conseguem competir em pé de igualdade. “Como é que um aluno vai se interessar num lugar como este aqui?” Naiane conta que, nos dois anos em que está matriculada no Helenita Mota, nunca pôde acessar o laboratório de informática. Ele vive fechado. “Os professores mandam a gente fazer pesquisa nas lan houses. Mas nem sempre a gente tem dinheiro”, afirma. “Além da falta de estrutura, a gente tem de driblar também a violência. Há dia em que os pais não deixam os filhos ir para a aula porque teve tiroteio de traficantes com a polícia”, diz André.

Os três não deixam de sonhar tão alto quanto os alunos das Escolas privadas. Thiago quer ser engenheiro. Naiane, cirurgiã. André está em dúvida entre medicina, engenharia e arquitetura. “A gente chega lá”, diz Thiago. O professor Sérgio Melo diz que a organização das olimpíadas acadêmicas pode ajudar as Escolas públicas. “Estamos com um projeto-piloto no qual os estudantes premiados em competições nacionais e internacionais visitam as Escolas públicas para incentivar os jovens. Há uma troca de experiência, e o resultado vem sendo bom. Já fizemos isso em 62 Escolas, de três Estados. É uma iniciativa positiva, mas não vai mudar a realidade da Escola pública”, diz.


Fonte: 31/08/2009 - ÉPOCA (SP)

Marco Bahé, de Fortaleza




O Brasil pontua requisitos relevantes para o seu crescimento sócio-econômico, como uma população trabalhadora, jovem em sua média; economia diversificada, com setores de alta tecnologia, um parque industrial voltado para o mercado externo; produção variada de mercadorias e serviços de maior valor.


Lastimável a constatação de que o maior "freio" apontado para um maior desempenho globalizado é a falta de políticas eficientes, contínuas e consistentes para Educação, ciência e tecnologia, integradas entre si, sem compartimentar-se. Noutras palavras: faltam condições para uma interdependência com o mundo globalizado e deixa-se de alcançar um maior desenvolvimento compatível com as nossas potencialidades e redução da pobreza, registrada, vergonhosamente, por 50 milhões de miseráveis brasileiros, enquanto, o Indicador de analfabetismo Funcional registra que 67% dos brasileiros têm interesse na leitura, mas inexistem bibliotecas em 1000 municípios dos atuais 5.564. O valor da Educação, no mundo contemporâneo, marcado pela universalização do conhecimento e globalização da economia, requer pessoas com capacitação tecnológica suficiente para que façam jus à promoção humana, à inclusão social e à plena cidadania.

Para o Prof. Jorge Werthein, doutor em Educação da Unesco, "Educação significa educar para a sociedade, para a convivência social e, enfaticamente, para a cidadania, exercício dos direitos e deveres do cidadão e consciência em ser agente do seu crescimento pessoal e coletivo". Numa leitura maior: a Escola, além de dedicar-se a ensinar os sabores científicos, formar o cidadão ética e moralmente, habilitar as pessoas para a vida profissional, deve ter o objetivo maior: preparar as pessoas para o pleno exercício de seus direitos, ou seja: direitos humanos, civis, sociais e políticos. "Educação não é queima de dinheiro, é queima de ignorância". A Educação dá frutos e dividendos sociais e tem como foco maior resgatar o maior bem do ser humano: a sua cidadania.


Fonte: 31/08/2009 - DIÁRIO DO NORDESTE (CE)

João Gonçalves Filho (Bosco) - da Academia Limoeirense de Letras

Depois de aprovar a lei que institui o piso salarial nacional para o magistério (Lei 11.739/08), o Senado quer agora ampliar os mecanismos de valorização do professor da educação básica. O propósito é a criação de incentivos para professores que se dediquem exclusivamente ao ensino.


Esse é o objetivo, por exemplo, de projeto (PLS 4/08) que garante salários equivalentes a pelo menos 70% da remuneração de docentes das universidades federais para professores da educação básica com dedicação exclusiva e com a mesma qualificação. Em termos práticos, um professor da educação básica (educação infantil, ensino fundamental e ensino médio) com doutorado, por exemplo, ganharia no mínimo R$ 4.550, já que um colega em uma universidade federal recebe R$ 6.500 assim que ingressa na carreira como doutor.

Aprovado pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), a proposta poderia já estar na Câmara, mas um recurso à decisão da comissão - com base na resistência do governo ao projeto dos senadores Cristovam Buarque (PDT-DF), Marisa Serrano (PSDB-MS) e Augusto Botelho (PT-RR) - remeteu ao Plenário a decisão final sobre o assunto.

O relator, senador Gerson Camata (PMDB-ES), considera injusto que a remuneração na educação básica seja um fator de desmotivação dos professores.

- O magistério brasileiro apresenta graves distorções salariais, uma vez que as remunerações são maiores na educação superior, que atrai os melhores quadros, até pelo conforto no trato com um público adulto e maduro. O sistema atual, perverso por natureza, reserva à educação básica os profissionais menos qualificados - reclama Camata.

Restrições

O Ministério da Educação, no entanto, por meio da coordenadora-geral de Formação de Professores da Secretaria de Educação Básica, Helena Costa Lopes de Freitas, comunicou que não considera a proposta viável, por não ter como financiá-la. Segundo ela, o governo tem dificuldades até mesmo para pagar o piso nacional para os professores da educação básica, que foi questionado na Justiça.

Na opinião de Cristovam Buarque, porém, o financiamento é uma questão de definição das prioridades nacionais. Para ele, primeiro deve-se discutir o mérito da proposta para, então, buscar os recursos para implementá-la. Em outra proposta, já aprovada pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e que está na pauta de votação da CE, Cristovam também prevê o incentivo à dedicação exclusiva como forma de tornar os salários mais atrativos. O projeto (PLS 320/08) cria o abrangente Programa Federal de Educação Integral de Qualidade para Todos, para escolas estaduais e municipais, com uma Carreira Nacional do Magistério da Educação de Base. Esta teria como base o Plano de Carreira de Magistério do Ensino Básico do Colégio Pedro II, do Rio de Janeiro, que é federal e hoje paga os melhores salários entre as escolas públicas.

Mesmo favorável ao projeto, a relatora na CCJ, senadora Serys Slhessarenko (PT-MT), apresentou emenda para tornar o projeto autorizativo, já que a iniciativa da proposta deveria ser do Executivo.

Valorização do professor é condição para qualidade

Relatório de ciclo de debates realizado pela CE e apresentado pelo senador Cristovam Buarque à Presidência do Senado em fevereiro de 2007 aponta que os esforços para melhorar o ensino no Brasil têm que passar pela valorização do professor, ou seja, pela melhoria da remuneração desse profissional. De acordo com o documento, os 2 milhões de professores da educação de base estão desmotivados "pela má remuneração, pela degradação do espaço de trabalho, pela falta de equipamentos e pelo resultado insatisfatório do seu esforço".

A impossibilidade de atrair profissionais bem qualificados e a falta de motivação dos que estão nas escolas impedem, então, a melhoria dos padrões educacionais como um todo.

- O Brasil só será um país educado quando, ao nascer uma criança, seus pais desejem que ela tenha a profissão de professor da educação básica. Hoje, o magistério chega a ser visto como atividade secundária. A definição de um padrão mínimo para salário e formação do professor é um passo fundamental. A revolução educacional só ocorrerá se o magistério atrair os quadros mais brilhantes - propõe Cristovam. Para isso, o relatório defende que sejam definidos padrões nacionais de salário, formação e dedicação do professor, nos moldes do que ocorre com as empresas estatais, com concurso público nacional. A medida combateria a grande diversidade de salários, pagos pelos diferentes gestores educacionais, nos estados e municípios.

- O caminho é a definição de padrões nacionais para todas as 164 mil escolas públicas, independentemente da cidade onde estejam. Hoje, o resultado dessa diversidade é que a criança brasileira tem seu futuro condenado, em função da cidade onde tiver nascido ou viva - afirma o senador.

Fonte: 31/08/2009 - Agência Senado

(A íntegra da reportagem estará disponível na edição semanal do Jornal do Senado a partir das 21h, no endereço www.senado.gov.br/jornal). João Carlos Teixeira/ Jornal do Senado



Dos 1167 (mil, cento e sessenta e sete) inscritos ao concurso público para professor da rede municipal de Sobral, apenas 1098 (mil e noventa e oito) candidatos compareceram as provas que se realizaram ontem, 30/08, no Campus da Betânia (UVA). A prova escrita é eliminatória e constou de uma redação e de 50 (cinquenta) questões de múltipla escolha.

A maior concorrência está no Distrito de Aracatiaçu para professores de língua portuguesa, onde temos 18 candidatos para 2 vagas, no entanto, algumas ofertas de vagas nos distritos continuarão com carência devido a falta de pessoas inscritas para o cargo, o que não impede que haja remanejamento após concluído o processo de seleção, desde que haja consentimento de candidatos aprovados para outra localidade e não nomeados por falta de vagas, seguindo, é claro, a ordem de classificação geral.

A próxima etapa, também eliminatória, constará de uma prova didática (aula) que será feita apenas pelos candidatos habilitados na primeira fase, em local, horário e data publicados com a divulgação do resultado da primeira fase.

Na 2a. fase serão avaliados os seguintes critérios: domínio do conteúdo trabalhado; comunicação, fluência verbal, desinibição, capacidade de exposição do conteúdo; organização do tempo pedagógico; coerência entre plano e aula.

A divulgação do resultado da prova escrita está prevista para o dia 11 de setembro.

Sobral está entre os 64 municípios brasileiros que os professores poderão comprar notebooks a partir de R$ 1.199,00. O programa Computador Portátil oferece desde esta segunda-feira, 31, computadores de diversas marcas e modelos, com financiamento em 24 ou 36 parcelas. O empréstimo pode ser feito no Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal ou Banco Postal dos Correios.
Depois que o financiamento for aprovado, é necessário ir até uma agência dos Correios para efetuar a compra, munido do contra-cheque, com código da instituição de ensino ao qual está vinculado ou declaração da direção.
O prazo médio previsto para a entrega do computador é de 30 dias, após a aprovação do crédito. O processo pode ser acompanhado pelo sítio dos Correios. Cada professor só poderá comprar um computador pelo programa. Aqueles que preferirem, poderão adquirir o notebook à vista.
Para participar, é necessário acessar o sítio do projeto ou portal dos Correios para escolher o equipamento que mais se adequar à sua escolha.
Todos os professores em atividade do ensino básico, profissional e superior de instituições públicas e privadas credenciadas junto ao MEC podem obter o financiamento.
“Estamos ajudando o professor a ter um instrumento de trabalho para que possa utilizar os recursos tecnológicos oferecidos pelo MEC como o Portal do Professor, o Banco Internacional de Objetos Educacionais e o Portal Domínio Público”, disse o secretário de Educação a Distância, Carlos Eduardo Bielschowsky. Segundo ele, o programa é essencial, pois funciona como um instrumento para a inclusão digital, transforma a dinâmica de ensino nas escolas de todo o país e permite ao professor o acesso as novas tecnologias educacionais.
Em 30 dias a oferta deverá ser ampliada para outras cidades. Os 64 municípios da primeira fase do programa foram escolhidos por possuírem o melhor Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do país.
A coordenadora de Ensino Fundamental da secretaria da Educação, Iracema Sampaio, representou o secretário Júlio César Alexandre nesta sexta-feira, dia 28, da 8ª Oficina Regional de Revisão do Plano Plurianual Participativo e Regionalizado 2010-2011. O encontro, que contou com a participação do prefeito de Sobral, Leônidas Cristino, e do vice governador do Estado, Prof. Francisco Pinheiro, aconteceu no Centro de Convenções, reunindo representantes de 20 municípios: Alcântaras, Cariré, Coreau, Forquilha, Frecheirinha, Graça, Groaíras, Hidrolândia, Irauçuba, Massapê, Meruoca, Moraújo, Mucambo, Pacujá, Pires Ferreira, Reriutaba, Santana do Acaraú, Senador Sá, Sobral e Varjota.

Fonte: http://educacaosobralense.blogspot.com/
O Secretário da Cidadania e Segurança, Cel. Francelino Mendonça, convida os diretores das escolas públicas e partciculares, instituições e empresas para participarem da reunião final de planejamento do Desfile da Independência, dia 07 de Setembro. A reunião acontece no auditório da Casa da Cultura, próxima terça-feira, dia 01 de setembro, às 10h.

Cerca de 21 municípios da região Norte participaram do encontro regional dos Conselhos Municipais de Educação, tendo como idéia central o fomento, revitalização ou criação de conselhos municipais de educação na zona norte do Estado.
O encontro aconteceu nos dias 27 e 28 de agosto, nas dependências da Escola José Parente Prado, contando também com a participação de secretários da Educação dos municípios de Alcântaras, Massapé, Senador Sá, Mucambo, Meruoca, Groairas, Uruoca, Pires Ferreira, Reriutaba, Frecheirinha, Coreaú, Moraújo, Pacujá e Graça.
A realização de oficinas e mesas redondas dentro da perspectiva da capacitação facilita e aperfeiçoa ainda mais a criação e revitalização do exercício da cidadania como papel social do conselho municipal de educação e sua atuação na sociedade civil, disse o diretor da Escola José Parente Prado, professor Amaury Gomes, anfitrião do evento.
O encontro foi organizado pela União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME-CE), Conselho Estadual de Educação (CEE-CE), Conselhos Municipais de Educação (CME), Secretaria da Educação de Sobral e 6ª Crede, secretarias de educação municipais.








Na última quarta-feira, 26/08, a Escola José Ermírio de Morais realizou uma reunião para analisar os resultados das avaliações extenas com a comunidade escolar e, juntos planejarem estratégias de ações. Na ocasião, houve entrega de medalhas e certificados aos alunos que obtiveram bom desempenho.
Durante a reunião, a Professora Lira Augusta, diretora da escola, lançou o Desafio para cada aluno que alcançar acima de 80% nas próximas avaliações ganhará uma cartela de bingo para concorrer a uma bicicleta, sendo 1 (uma) bicileta para os alunos do 2o. ano e outra para alunos do 5o. ano.

As avaliações externas são promovidas semestralmente pela Secretaria de Educação de Sobral, através da Casa da Avaliação que é admiravelmente coordenada pelo Professor Francisco José Freire de Andrade e tem o objetivo de fazer o acompanhamento da rede.
sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Participe da construção do novo Plano Nacional de Educação

Venha debater a Qualidade na Educação
A Rede Sesc-Senac de Teleconferência transmitirá um evento que deflagra o debate nacional sobre “Qualidade na Educação” com vistas à revisão do Plano Nacional de Educação (PNE) para o decênio 2011-2020.

Na ocasião serão abordados os seguintes temas:
* A formação básica e a educação para a cidadania
* A qualidade da educação e a aprendizagem permanente
* Os novos desafios da educação profissional e tecnológica

Dia: 03 de setembro de 2009
Horário: pontualmente das 15h às 17h (horário de Brasília)
Local: Senac Sobral, Rua Dr. João do Monte, 980, Centro
Contato para Reserva: 3677-4750

O evento deverá contar com as participações em mesa de abertura:
do Ministro da Educação, Fernando Haddad; da presidente da Comissão de Educação e Cultura, Deputada Maria do Rosário; do presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esporte, Senador Flávio Arns; e do presidente da CNC-SESC-SENAC, Antonio Oliveira Santos.

Acesse www.teleconf.senac.br e veja as telessalas da Rede em todo o Brasil.

Você pode assistir ainda por antena parabólica convencional.
Neste caso, o canal pode ser sintonizado da seguinte forma:

1)Localizar o canal da Record News.
2) Localizar o primeiro canal à esquerda da Record News.
3) Ajustar este canal para melhor imagem e som.

Algumas antenas parabólicas são ajustadas pela frequência; sendo assim, adotar o seguinte procedimento:

A. Caso os canais, em seu receptor, sejam identificadospelos números 3 ou 4,
localizar o canal 4.170.
B. Caso os canais, em seu receptor, sejam identificados pelonúmero inicial 1,
localizar o canal 980.
Dados para recepção:
Satélite: Star One C2 / Polarização: VerticalFrequência Banda C: 4.170 MHz / Frequência Banda L: 980 MHz Filtro de Banda: 18 MHz

As distribuidoras de energia elétrica ganharam ontem, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), autorização para oferecer serviço de acesso à internet em alta velocidade e de TV por assinatura pela rede elétrica.

O que a Aneel aprovou foi o uso da tecnologia. Para que isso chegue até o consumidor, ainda vai levar tempo. Para vender os serviços, as distribuidoras terão de abrir novas empresas, já que pelas regras do setor, elas só podem faturar com serviços de energia. Também será preciso pedir autorização de prestação do serviço para a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Segundo a Folha (para assinantes), já tem fila na porta da Anatel. Pelo menos 11 empresas já entraram com pedido. Para as empresas de telecomunicações tradicionais, ainda segundo a Folha, a tecnologia pode ser uma alternativa para reduzir investimentos em infra-estrutura, já que cabos de luz estão presentes em 98% dos domicílios brasileiros.


Fonte: Revista Época

quarta-feira, 26 de agosto de 2009
A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou, em reunião encerrada há pouco, o Projeto de Lei 7409/06, do Senado, que determina a universalização do ensino médio público e gratuito.

Atualmente, por meio da Lei de Diretrizes e Bases da Educação, o Poder Público é obrigado a universalizar o acesso ao ensino fundamental, e aumentar, progressivamente, a cobertura do ensino médio.

O relator da proposta na comissão, Ciro Nogueira (PP-PI), apresentou parecer favorável à proposta, que já havia sido aprovada na Comissão de Educação e Cultura. Como tramita em caráter conclusivo, ela segue agora para sanção presidencial, a não ser que haja recurso para votação pelo Plenário.

Fundeb
Em 2006, o Congresso promulgou a Emenda Constitucional 53, que criou o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), assegurando mais recursos para a educação básica como um todo, incluindo o ensino médio. O novo fundo substituiu o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), que não contemplava o ensino médio.


Fonte: 26/08/2009 - Agência Câmara
Reportagem - Edvaldo Fernandes Edição - Marcos Rossi



Promovendo sempre o reconhecimento da aprendizagem, a Escola Trajano de Medeiros homenageou aos alunos que obtiveram nota máxima na Avaliação Externa ocorrida no mês de junho, com o objetivo de avaliar os alunos do 1º ao 5º ano de todo o município de Sobral.
A Avaliação Externa tem grande significado para as Escolas Municipais. Reconhecendo essa importância a Escola Trajano de Medeiros ofertou a esses alunos Nota 10 medalhas de honra ao mérito, que foram entregues por uma representante das mães dos alunos que obtiveram as notas máximas e também pelas mãos da diretora Leuzimirtes Loiola.Tendo como o objetivo de sempre incentivar o aprendizado e reconhecendo os esforços de cada um, a escola vem a cada dia desenvolvendo junto ao seu grupo escolar estratégias que promovem sempre o avanço escolar.
terça-feira, 25 de agosto de 2009


Os cursos de Pedagogia não preparam os profissionais para lidar com problemas como violência, indisciplina e dificuldades de aprendizagem


Na lista dos grandes desafios a serem encarados hoje dentro da Escola constam também a indisciplina, as dificuldades de aprendizagem, os problemas psicológicos e comportamentais. Mesmo com os cursos de capacitação oferecidos tanto pela Secretaria de Estado de Educação quanto pela Secretaria Municipal, e os que são encontrados em faculdades e universidades, os docentes não estão preparados para enfrentar a diversidade e os problemas sociais que se refletem na sala de aula. Bagunça é uma constante no Brasil.

A indisciplina é um problema forte e constante nas salas de aula do país. O Brasil está no topo da lista dos países que mais perdem tempo de aula por causa de bagunça. São 18% de tempo gasto, o que contabilizado em um mesmo turno de aula pode chegar a uma hora.


Leia a matéria completa: 25/08/2009 - GAZETA DO POVO (PR)
segunda-feira, 24 de agosto de 2009

O Projeto A Escola vai ao Cinema 2009 exibe na Mostra de Cinema de Arte o filme A Casa de Alice, dias: 25, 26 de Agosto e 1º e 02 de Setembro, às 19:30h no Cinema Renato Aragão. Gratuito!
Maiores informações 3611 2712 / 3614 2521

A Casa de Alice
Direção: Chico Teixeira / Drama / 2007
Com: Carla Ribas, Berta Zemel, Zécarlos

Alice é uma manicure de 40 anos e vive um cotidiano sem surpresas. Há 20 anos, ela é casada com o taxista Lindomar com quem compartilha a casa junto com os três filhos e a sua mãe Jacira. Lindomar tem amantes, Alice finge ignorar, também tem seus casos e alimenta o desejo de realizar seus sonhos românticos com um namorado da adolescência.


O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação (Seduc) e secretaria do Planejamento e Gestão, publicou no Diário Oficial desta sexta-feira (21), o edital do Concurso para Professores da rede estadual. Serão ofertadas 4 mil vagas, distribuídas nas diversas disciplinas do Ensino Médio. Os aprovados vão ocupar o cargo de professor, classe pleno I, cuja remuneração inicial é de R$ 1.327,66 para 40 horas semanais de trabalho, e de R$ 663,83 para 20 horas semanais. Esse será o maior concurso do Estado para a contratação de professores.

As inscrições do Concurso para Professores da Rede Pública Estadual estarão abertas a partir do dia 8 de setembro e prosseguem até 4 de outubro, exclusivamente via Internet. Os interessados devem acessar o endereço eletrônico http://www.cespe. unb.br/concursos /seducce2009.


A taxa de inscrição será de R$ 60,00 (sessenta reais). Toda a normatização do processo está disponível no Edital publicado no Diário Oficial do dia 21 de agosto de 2009. A primeira prova está marcada para o dia 1º de novembro.


Serão ofertadas 4 mil vagas para todo o Estado, distribuídas nas diversas disciplinas do Ensino Médio. Conforme o edital, as que apresentam os maiores números de vagas são Matemática (919), Português (662), Química (396), Física (374) e Biologia (308). Para assumir o cargo de professor, o candidato deverá ter grau superior em nível de licenciatura plena.

Organizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE/UnB), o Concurso é composto de quatro etapas que objetivam qualificar o processo. A primeira abrangerá prova escrita, com 60 questões objetivas de múltipla escolha. Na segunda etapa, haverá uma prova prática (aula) na disciplina em que o candidato está concorrendo, enquanto a terceira, compreende um programa de capacitação profissional com carga horária de 180 horas/aula. A quarta fase englobará o exame de títulos. As três primeiras são de caráter eliminatório e classificatório, enquanto a última é somente de caráter classificatório.


Os aprovados vão atuar em escolas da rede pública estadual que atende a 540 mil alunos. Em todo o Ceará, são 680 unidades de ensino. A matrícula no Ensino Médio corresponde a 382 mil estudantes que nesse nível de ensino tem um currículo composto pelas seguintes disciplinas: História; Geografia; Filosofia; Sociologia; Matemática; Física; Biologia; Química; Língua Inglesa; Língua Espanhola; Língua Portuguesa; Artes e Educação Física.


Mais Informações:Assessoria de Comunicação: 3101-3972

Durante a solenidade de abertura do semestre letivo 2009.2, na última quarta-feira (19) no distrito de Bilheira, o prefeito Leônidas Cristino anunciou para meados de setembro o inicio das obras de ampliação da Escola Municipal Cel. Araújo Chaves, que ganhará duas novas salas de aula, biblioteca, sala de informática, além de uma completa reforma na quadra poliesportiva, que receberá cobertura, melhorias no piso e novas marcações.
Com a reforma da quadra poliesportiva, a Prefeitura de Sobral dotará o distrito de Bilheira de um moderno equipamento esportivo, uma vez que, a quadra receberá um portão reversível, permitindo o uso pela comunidade escolar durante a semana, e o uso da comunidade nos finais de semana, proporcionando momentos de integração e lazer entre os moradores da localidade.

sábado, 22 de agosto de 2009
21/08/2009 - A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou na quarta-feira (19) a regulamentação da profissão de pedagogo. O texto prevê que apenas quem tiver graduação em pedagogia poderá exercer a profissão.

Quem tiver pós-graduação na área, porém, independentemente do curso de graduação, poderá exercer funções de administração, planejamento, inspeção, supervisão e orientação educacional na educação básica.


O texto aprovado é o substitutivo da Comissão de Educação e Cultura ao Projeto de Lei 4746/98, do deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP). Como a proposta tramitou em caráter conclusivo, ela segue para análise do Senado, caso não haja recursos para que seja votada pelo Plenário.


Atualização e complementação

O relator da matéria na CCJ, deputado Jefferson Campos (PTB-SP) afirma que "a profissão já está regulamentada" e que a proposta "apenas atualizou e complementou a regra vigente sobre essa matéria".


O deputado referia-se a dispositivos da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), especialmente ao que determina que "a formação de profissionais de educação para administração, planejamento, inspeção, supervisão e orientação educacional para a educação básica, será feita em cursos de graduação em pedagogia ou em nível de pós-graduação".


Fiscalização da profissão

O relator do projeto na Comissão de Educação e Cultura, Átila Lira (PSB-PI), que propôs o substitutivo, admitiu, porém, que existia uma lacuna na legislação, que não defina a atuação do pedagogo fora da atividade escolar.


A principal inovação do texto aprovado em relação ao original é a supressão da previsão de um órgão de fiscalização da profissão. Entendeu-se que a fiscalização feita pelo Ministério da Educação e pelas secretarias estaduais e municipais de educação é suficiente para coibir os desvios.


Atividades exclusivas

Entre as atividades que passam a ser exclusivas do pedagogo estão:

- a elaboração e o acompanhamento de estudos, planos, programas e projetos da área de educação, ainda que não escolares;

- gestão educacional nas escolas e nas empresas de qualquer setor econômico;

- a administração, o planejamento, a inspeção, a supervisão e a orientação educacional nas escolas;

- o recrutamento, a seleção e a elaboração de programas de treinamento e projetos técnico-educacionais em instituições de diversas naturezas.Íntegra da proposta:

- PL-4746/1998


Fonte: Portal da Câmara dos Deputados
sexta-feira, 21 de agosto de 2009
As inscrições para a 3ª Edição do Prêmio ODM Brasil estão abertas até o dia 2/10. O prêmio foi criado para incentivar ações, programas e projetos desenvolvidos por prefeituras, empresas e organizações da sociedade que contribuem para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM).
O prêmio é promovido pelo governo federal e coordenado pela Secretaria-Geral da Presidência da República, pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e pelo Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade
Maiores informações; www.mec.gov.br
Uma proposta que institui o ensino fundamental em tempo integral em Escolas públicas foi aprovada ontem pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados.

FUNDAMENTAL
DA SUCURSAL DE BRASÍLIA
Uma proposta que institui o ensino fundamental em tempo integral em Escolas públicas foi aprovada ontem pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados.
O texto ainda será analisado por uma comissão especial, que deve detalhar a ideia e incluir o período da jornada Escolar, o gasto previsto para a alteração e o prazo para a transição.
A versão atual se limita a assegurar que o ensino fundamental, destinado a crianças de 6 a 14 anos, seja integral na rede pública.
Passando pela comissão especial, a proposta ainda precisará ser votada duas vezes no plenário e analisada pelo Senado.
A ideia do autor da matéria, deputado Felipe Maia (DEM-RN), é instituir uma jornada das 8h às 18h, com pausa de duas horas para o almoço.
Durante a manhã, seriam ensinados os conteúdos tradicionais, deixando a parte da tarde para o ensino de línguas e atividades esportivas e culturais.
O ministro Fernando Haddad (Educação) considerou a proposta louvável, mas disse que a prioridade da pasta é aprovar outra proposta, que torna obrigatória a pré-escola.

Fonte: 20/08/2009 - FOLHA DE SÃO PAULO (SP)



Brasília.. No mês de agosto, 527 municípios e dois estados não receberam as verbas do governo federal para a merenda Escolar. O corte no repasse foi feito porque o gestor não prestou contas do dinheiro recebido anteriormente ou porque o mandato do Conselho de Alimentação Escolas (CAE), responsável por fiscalizar a oferta da merenda, estava vencido.O Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), administrado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento Escolar (FNDE), repassa a estados e municípios R$ 0,22 por aluno por dia letivo para complementar a verba da merenda. No caso da suspensão dos recursos, prefeituras e governos estaduais devem arcar integralmente com o custo da alimentação nas Escolas, por obrigação da lei.

"A nova lei sobre o atendimento da alimentação Escolar é muito clara: é de responsabilidade dos três entes federados, mas com uma competência grande dos estados e municípios. Se o gestor tem direito a receber o curso, mas não cumpre a legislação, ele vai ser punido. Mas a criança em hipótese alguma pode ser penalizada porque é um direito do aluno", explica Albaneide Peixinho, coordenadora-geral do Pnae.

De acordo com Albaneide, o gestor pode responder judicialmente pelas irregularidades. No caso do prefeito que assumiu e não encontrou a documentação, o município pode ser retirado da lista de inadimplentes. "Às vezes ele assume e encontra as contas abandonadas porque o gestor anterior sumiu com os documentos. Nesse caso ele deve entrar com uma ação contra o ex-gestor e encaminhá-la ao FNDE", explica Albaneide.

O orçamento do Pnae em 2009 é de R$ 2,02 bilhões para o atendimento dos alunos de Educação básica da rede pública. Em 2008, a transferência atingiu R$ 1,49 bilhão chegando a 34,6 milhões de alunos. Para estudantes das Escolas indígenas e localizadas em comunidades quilombolas, o valor per capita é de R$ 0,44. O mesmo valor será repassado a partir do mês que vem para as creches.

Os dois estados em situação irregular são o Rio Grande do Sul e o Amapá. De acordo com a Secretaria de Educação do Rio Grande do Sul, desde 2008 as verbas do governo federal estão suspensas porque o sistema de repasse do estado às Escolas não era adequado às regras do FNDE. Nesse período a secretaria arcou com os custos.


Fonte: 20/08/2009 - DIÁRIO DO NORDESTE (CE)
Objetivando reconhecer o mérito de professores das redes públicas de ensino, pela contribuição dada para a melhoria da qualidade da educação básica, por meio de experiências pedagógicas bem-sucedidas, criativas e inovadoras, o MEC abre inscrição para a 4ª Edição do Prêmio Professores do Brasil.
Para participar é só acessar o sítio http://portal.mec.gov.br/premioprofessoresdobrasil , ler com atenção o regulamento e seguir as orientações.
A premiação será para todas as etapas da educação básica e o concurso consiste em selecionar as melhores experiências pedagógicas desenvolvidas ou em desenvolvimento por professores das escolas públicas.
Participem!
quarta-feira, 19 de agosto de 2009



A Escola de Formação Permanente do Magistério – ESFAPEM, recebeu, no último dia 14, a visita de Bernadete de Souza Porto, Doutora em Educação, professora adjunta do Departamento de Teoria e Prática da Universidade Federal do Ceará – UFC, para uma conversa sobre formação de professores e qualidade na Educação Infantil. Além da equipe da ESFAPEM e dos professores formadores, estiveram presentes representantes dos professores, coordenadores e diretores das escolas municipais e coordenação da Educação Infantil da Secretaria da Educação.
A professora Bernadete Porto é uma das palestrantes do IV Encontro de Educadores de Sobral, do Projeto Olhares – o ofício de educar, que acontecerá nos dias 15, 16 e 17 de outubro de 2009, no Centro de Convenções.

terça-feira, 18 de agosto de 2009


A Biblioteca Municipal Lustosa da Costa estará lançando no próximo mês de setembro, o Projeto Biblioteca na Praça: Inclusão pela Leitura.
Segundo a coordenadora da BMLC, Ana Linhares, o objetivo deste projeto é levar parte do acervo da nossa Biblioteca para as praças de nossa cidade, aproximando a população dos livros, proporcionando a todos agradáveis momentos de leitura.

Fonte: http://educacaosobralense.blogspot.com/

O Prefeito Leônidas Cristino, juntamente com o Secretário da Educação Professor Júlio César Alexandre, farão a abertura oficial do 2o. semestre letivo das escolas da rede municipal, na quarta-feira, 19 de agosto. A solenidade acontecerá na Escola 1o. de Maio (Sede), às 8h, e na Escola Araújo Chaves (Taperuaba), às 10h. O evento contará com a presença de pais de alunos, professores, diretores e comunidade. Ao todo, cerca de 35 mil alunos da rede municipal retornaram à sala de aula na segunda-feira, dia 03.

A idéia é levar a mensagem à comunidade escolar, de que a meta da atual gestão é oferecer à população uma escola de boa qualidade. Uma escola em que as crianças aprendam a ler e escrever com competência. Que elas aprendam, em espaços dignos, o conteúdo de todas as disciplinas escolares e os valores e princípios éticos de cidadania e de uma convivência de paz.

O objetivo é fazer do primeiro dia de aula em Sobral seja sempre um dia solene. A presença dos gestores reforça o compromisso com a construção de uma escola de boa qualidade e fortalece os laços com a comunidade escolar, para que, juntamente com a Prefeitura, possam avançar nas metas de aprendizagem e alcançar uma a escola cada vez melhor.






A Secretaria de Educação de Sobral realizará nos dias 20, 21 e 22 de agosto a formação do Programa ThinkQuest. Diretores e professores do 3o. ano do Ensino Fundamental farão parte do público contemplado nesta primeira etapa.

O ThinkQuest é uma plataforma de aprendizado na qual professores e alunos criam projetos de aprendizagem, participam de uma competição no site e navegam por uma biblioteca de projetos de alunos. Além de poder integrar projetos de aprendizado ao currículo de sala da aula, os professores podem colaborar e trocar experiências com membros de todo o mundo.
Os projetos tomam forma quando os alunos criam páginas com textos, imagens, recursos de multimídia, votos, brainstorms, debates e mensagens. Com esta nova ferramenta, os participantes têm a oportunidade de desenvolverem habilidades para o século XXI, como: pensamento crítico, trabalho em equipe, comunicação, criatividade, tecnologia, autodirecionamento e compreensão intercultural.
É a revolução digital chegando a sala de aula!



O Portal Pró-Menino, em parceria com o Ministério da Educação (MEC) e a Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República (SEDH-PR), oferecerá curso on-line de capacitação de professores nos conteúdos dos direitos das crianças e dos adolescentes.

O curso terá duração de três meses e estão previstas duas turmas, cada uma com a participação de mil professores. A primeira turma começará no dia 10 de setembro e a segunda, ainda sem data definida, no primeiro semestre de 2010.

O projeto atende à demanda gerada pela Lei 11.525-07, que determina que conteúdos referentes aos direitos infanto-juvenis sejam parte do currículo obrigatório das escolas de Ensino Fundamental.

Para participar, o professor deve lecionar em escolas públicas ligadas ao programa “Mais Educação” do MEC.

Sobre o curso

Com duração de três meses, o curso será dividido em seis módulos. Cada módulo terá atividades de leitura, videoaulas, chat e fórum, além de uma avaliação final. O módulo seis terá, no lugar da avaliação, a produção de um trabalho individual. Para saber mais sobre cada módulo, clique aqui.

Entre os professores participantes das videoaulas estão o pedagogo Antonio Carlos Gomes da Costa – um dos redatores do ECA e também colunista do Portal Pró-Menino –, o professor Miguel Arroyo – mestre em Ciência Política e doutor em Educação –, Benedito Santos – secretário-executivo do Conselho Nacional dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes (Conanda) –, Isa Guará – pedagoga e assessora de coordenação do Centro de Estudos e Pesquisa em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), Mário Volpi – oficial de projetos do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), entre outros.

Clique aqui e saiba mais sobre o curso!

A Prefeitura de Sobral, através de parceria entre as secretarias da Educação, Infra-Estrutura e Esportes e Juventude, está trabalhando para viabilizar no menor espaço de tempo as obras de cobertura de várias quadras de esportes instaladas nas escolas municipais.
Na Escola Antenor Naspolini, no bairro D. José, a quadra de esportes está recebendo além da coberta, iluminação, reforma e remarcação do piso. Além disso, por determinação do prefeito Leônidas Cristino, será feito o isolamento entre a quadra e a escola, proporcionando o uso daquele equipamento pela comunidade, durante os períodos de folga dos alunos. O mesmo trabalho está sendo feito nas quadras poliesportivas das escolas Osmar de Sá Ponte (Santa Casa) e Emilio Sendin (Domingos Olimpio), todas com recursos próprios da Prefeitura.


A Secretaria da Educação, através da Escola de Formação Permanente do Magistério, convida para o Encontro com o escritor Casemiro Campos, professor, licenciado em pedagogia, mestre em educação, pesquisador nas áreas de formação de professores e educação superior, com a palestra: O que faz um bom professor?O encontro com escritores é uma atividade de formação do Projeto OLHARES, e acontecerá nesta segunda-feira, dia 17 de agosto, às 19h, no Centro de Convenções de Sobral - auditório Vênus.
segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Não é de hoje que temos assistido movimentos em todo o país de profissionais da área de ensino em busca de melhorias, não só salariais, mas principalmente nas condições de trabalho.


Não é de hoje que temos assistido movimentos em todo o país de profissionais da área de ensino em busca de melhorias, não só salariais, mas principalmente nas condições de trabalho. Poderíamos afirmar que o descaso e a humilhação dos agentes públicos para com os professores chegaram em níveis estratosféricos; mas esse desdém, de fato, é com a própria sociedade que sem uma Educação decente, estrutura e valorização do profissional acaba sendo transformada em reduto de seres vendados e com perspectiva de viver sob o ferrão quente do assistencialismo predatório e humilhante.

Há pouco mais de um mês, uma revista semanal brasileira publicou alguns valores remuneratórios de funcionários do Senado: um segurança recebe R$ 18.000,00; motorista, R$ 16.000,00; ascensorista, R$ 12.000,00; um copeiro, R$ 12.000,00; o mordomo, R$ 12.000,00, que por sinal não lá trabalha, mas recebe (é o macro-gafanhotismo). Enquanto isso, um professor com doutorado ao ingressar em uma Instituição de Ensino Superior Federal, com dedicação exclusiva (portanto, não podendo gerar outra renda), terá registrado como remuneração BRUTA, R$ 6.722,85. Sei não, mas tem alguma coisa errada...

Na última greve dos professores universitários, o Ex-Ministro da Educação, que foi demitido por telefone pelo Presidente Lula talvez por ser educador, chamou a atenção da sociedade com a seguinte analogia: Caso as Instituições Bancárias parassem por uma semana, o Brasil entraria no caos; isso significa que o sistema bancário é importante para o país. Já faz quatro meses que as Universidades Públicas estão em greve e nada acontece; então o sistema educacional precisa ser revisto, porque atualmente ele não é importante para o país.

Naquela época fui um dos poucos professores que não aderiu à greve (eu estava certo?) sob o argumento de que era uma luta inútil, tola, pois não tínhamos como conversar com um governo de um presidente que vai à mídia se vangloriar que não precisa estudar por ter chegado ao cargo maior de um país sem precisar sentar nos bancos Escolares ou acadêmicos. E mais, eu entendia que o problema não era somente aumento salarial, mas sim conjuntural, tal como biblioteca que pudesse atender à sociedade acadêmica, verba para pesquisa, incentivo à extensão, maior número de vagas para candidatos reduzindo a desigualdade do conhecimento e intelectual, capacitação para o corpo Docente (essa realidade chega a ser risível de tão díspare e nebulosa), e o elenco não para por aí. De qualquer forma, parece que o argumento presidencial contaminou os demais gestores que usam esse tosco discurso como álibi para não investir em Educação, a partir da infra-estrutura.

A China, nada obstante suas mazelas culturais, tem crescido exponencialmente porque no final da década de setenta do século passado resolveu investir no arcabouço educacional, com cerne na valorização do profissional da Educação. O resultado está aí pra todo mundo ver; é um país que exporta serviços, bens semi-elaborados, materiais, tecnologia e profissionais. Enquanto isso a massa crítica no Brasil está cada vez mais sendo metralhada com desinvestimentos no sistema educacional e injeções de dinheiro nas bolsas-ração, que alimentam mas não nutrem. Existe um ensaio do inigualável Filósofo Leszek Kolakowski chamado O Sacerdote e o Bufão, cujo conteúdo explicita o medo da insegurança das pessoas, e que retrata coincidentemente a fraude da Educação em nosso meio, em todos os sentidos. Vale a pena degustá-lo, especialmente aqueles adeptos à desEducação.


Fonte: 17/08/2009 - FOLHA DE BOA VISTA (RR)

*Tom Zé Albuquerque

Administrador e professor - adm.tom.albuquerque@gmail.com


A avaliação recente da qualidade dos cursos formadores de educadores no Brasil – pedagogia e normal –, o reconhecimento da Educação como área estratégica para o desenvolvimento do país e a aprovação do piso salarial nacional para o educador no Brasil constituíram avanços excepcionais na Educação brasileira. Além de outros aspectos, parece faltar uma política efetiva de qualificação e valorização dos professores, principalmente da Educação básica. O mercado de trabalho nessa área ainda é extremamente desmotivador. Prova disso é o recente desinteresse dos professores por uma maior qualificação na área oferecida pelo governo. Lançado em maio, o Programa Nacional de Formação de professores da Educação Básica, para formar 330 mil professores que atuam na rede pública sem licenciatura, conseguiu preencher apenas 17% das vagas ofertadas já no fim do período de inscrição. Em alguns estados não chegou a 5%, uma taxa preocupante. Técnicos do Ministério da Educação explicaram esse fracasso: pouca divulgação do programa e desconhecimento e falta do cumprimento da lei sobre o piso salarial do professor do ensino básico. As duas explicações são importantes, mas sabemos que o governo precisa melhorar efetivamente, e urgente, as condições de trabalho dos educadores do ensino básico. Pesquisas e noticiários constantemente têm nos mostrado a fragilidade dessa função: professores sendo brutalmente agredidos e vítimas de violências diversas nas Escolas, principalmente públicas. Necessário repensar também toda a estrutura organizacional na Educação, além da conturbada relação professor-aluno. Democracia e mérito também prevalentes nos cargos de comando nas Escolas – eleger por voto direto os diretores das Escolas públicas.


A Educação constitui uma cadeia complexa, que precisa ser reavaliada e valorizada, para que se chegue a um bom produto final – Educação de qualidade no Brasil em todos os níveis. Dos cursos fundamentais e médios de qualidade para as universidades e das universidades e licenciaturas para as Escolas básicas, num processo competente e eficiente de retroalimentação dos fluxos educativos. Com certeza, há que se valorizar o cargo de professor/educador em todos os níveis de ensino no Brasil, principalmente no ensino básico. Atentar também para as disparidades salariais ainda existentes no país. Como permitir que um professor do interior de regiões mais pobres, como as Norte e Nordeste, ganhem até menos que um salário mínimo para educar crianças? É necessário aplicar urgentemente a lei vigente do piso salarial nacional.


Sem dúvida, boas políticas públicas e programas estão em curso para garantir a melhoria do ensino no Brasil. Podemos enumerar vários: Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb); Prova Brasil e Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb); Exame Nacional do ensino médio (Enem); Exame de Desempenho dos Estudantes do Ensino Superior; Programa Universidade para Todos (ProUni), entre outros. São medidas importantíssimas, que visam qualificar e avaliar o ensino nos três níveis, além de democratizar o ingresso nas universidades. Competência e mérito sendo constantemente avaliados e valorizados no sistema educacional.


Concursos para professores nas universidades estão sendo realizados. Importante que os mestres sejam também educadores, com domínio de práticas e metodologias educacionais. Muito importante implantar na Educação conteúdos da área social, como direitos humanos em todos os níveis. A inclusão obrigatória da sociologia e da filosofia no ensino médio representa uma grande conquista nessa área. A tão sonhada transformação social e tecnológica do país a partir da Educação somente será concretizada se levarmos em conta todos esses fatores: excelentes condições de ensino, salários dignos e formação e atuação de qualidade em todos os níveis. Uma Educação realmente comprometida com as transformações sociais, qualidade de vida, respeito aos direitos humanos e mudanças tecnológicas no país.


Fonte: 17/08/2009 - ESTADO DE MINAS (MG)




A seis meses de sua implementação total, a Lei Federal nº 11.161, sancionada em 2005 pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, encontra poucas possibilidades de ser colocada em prática em todas as redes de ensino do País.

Ela obriga que as escolas ofereçam aulas de espanhol, com matrícula facultativa, para os alunos do ensino médio. Para os estudantes de 5ª a 8ª séries do fundamental, é facultativa a oferta das aulas.

Nas redes públicas, o ensino deverá ser no horário regular de aula. O processo de implantação foi gradativo desde 2005, mas deve estar disponível em todas as redes a partir de 2010.

Segundo dados do próprio Ministério da Educação, apenas 15% dos alunos do ensino médio têm aulas do idioma atualmente. Entre estudantes das escolas particulares, o índice fica em 51%. Nas escolas públicas, são 11%.

DÉFICIT

Não há professores de espanhol formados em número suficiente para atender a demanda e os Estados ainda não criaram políticas de formação nem abriram concursos públicos.

Além disso, muitas redes ainda têm dúvidas sobre a oferta do idioma.

O Ministério da Educação elaborou um documento que esclarece o tema.

A Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) prevê o ensino de um idioma estrangeiro no ensino básico. Em praticamente todas as escolas, acabou sendo o inglês esse idioma.

Com a Lei 11.161, o espanhol se tornou uma segunda língua estrangeira obrigatória. Na prática, escolas que já oferecem inglês, devem oferecer espanhol de maneira facultativa.

Fonte: 17/08/2009 - O Estado de S. Paulo


Está chegando o Dia da Prevenção de Acidentes com Crianças, data instituída pela ONG CRIANÇA SEGURA para gerar alerta e ampliar a discussão sobre este tema tão importante que é a prevenção dos acidentes com crianças. Para dar mais força a esta campanha, que será comemorada no dia 30 de agosto, a CRIANÇA SEGURA está fazendo um convite especial aos seus parceiros e instituições de todo o Brasil para que todos possam aderir à data e unir esforços em benefício da causa.


Qualquer instituição pode participar: ONGs, escolas, universidades, órgãos públicos ou privados, parceiros ou não da CRIANÇA SEGURA. Cada instituição deve organizar uma ação para o dia 30 de agosto que tenha como foco o tema da prevenção dos acidentes com crianças. Essa ação pode ser um ato público na comunidade, uma atividade com alunos, um ensaio fotográfico sobre o tema ou um documento direcionado ao prefeito da cidade, por exemplo.


As iniciativas destaques serão registradas no site da CRIANÇA SEGURA e no Blog da organização http://www.prevencaodeacidentescomcriancas.blogspot.com/ , espaço criado para viabilizar a troca de informações e experiências entre as instituições.


A organização deve encaminhar um resumo da ação que será desenvolvida para o e-mail comunicacao@criancasegura.org.br. Os registros colhidos após a realização da ação (resultados, fotos) também poderão ser enviados posteriormente para o mesmo e-mail. A CRIANÇA SEGURA também irá organizar algumas ações que serão divulgadas em breve no site da organização.
quarta-feira, 12 de agosto de 2009
A Universidade Estadual do Ceará (Uece) promoveu na últimasexta-feira, 7, às 18 horas, no Pátio da Reitoria, no Campus do Itaperi, a solenidade de Diplomação de 227 Mestres e 10 Doutores. O ponto alto da cerimônia foi a diplomação do primeiro Doutor do Programa de Doutorado em Biotecnologia da Rede Nordeste de Biotecnologia (Renorbio).
Segundo o Reitor Professor Francisco de Assis Araripe, que presidiu a cerimônia, a Uece tem cumprido amplamente seu papel junto à comunidade cearense levando a Universidade a assumir um novo perfil docente, em condições de competir com qualquer Instituição de Ensino Superior.
A cerimônia de Diplomação teve como oradora docente, a professora Iúta Lerche Vieira, coordenadora do Mestrado Acadêmico em Lingüística Aplicada, e como orador discente, Ralph Santos Oliveira, concludente do Doutorado em Biotecnologia.
Os 237 concludentes são dos cursos que pertencem aos Centros de Ciências da Saúde (CCS); de Humanidades (CH); de Ciências e Tecnologia (CCT); de Estudos Sociais Aplicados (Cesa); de Educação (CED) e da Faculdade de Veterinária (Favet).
Segundo estimativa do Pró-Reitor de Pós-Graduação e Pesquisa da Uece, Professor José Jackson Coelho Sampaio, deverão compareceram ao evento cerca de mil pessoas. A solenidade contou com as presenças do Vice-reitor, Antonio de Oliveira Gomes Neto, do Prof. Antonio da Pádua Valença da Silva, Chefe de Gabinete, dos Pró-Reitores, dos Diretores de Centros e Faculdades, Professores, Servidores e demais autoridades civis e militares.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Uece:
Fátima Serpa (mfserpa@uece.br - 3101.9605)


A publicação será distribuída a todos os professores da rede pública das séries iniciais do Ensino Fundamental (1º e 2º anos), e do último ano da Educação Infantil.



A Secretaria da Educação (Seduc) lançou nesta segunda-feira, dia 10, às 17 horas, no Theatro José de Alencar, a Revista Pense! do Programa Alfabetização na Idade Certa (Paic). Com uma abordagem diferenciada, são 48 páginas que mesclam elementos do meio rural e urbano. Dedicada ao professor, fala sobre o dia a dia da escola cearense, as experiências educacionais que estão dando certo, além de artigos, ensaios e espaço para troca de ideias. O lançamento terá a presença da secretária Izolda Cela.
A Revista Pense! quer incentivar a prática da leitura entre os professores para que essa cultura seja intensificada junto aos alunos. Pode ser utilizada dentro e fora da sala de aula, estimulando a criatividade e a reflexão, trazendo respostas a dúvidas e situações do cotidiano pedagógico e aprofundando seus conhecimentos culturais.
A publicação conta com seções fixas como Entrevista com personalidades da área educacional, que nessa primeira edição traz o professor da Universidade Federal do Ceará(UFC), André Haguette, e ainda a SuperProfa. aberta a ações que contribuem para resultados positivos na aprendizagem dos alunos. Os conteúdos são organizados em três grandes editorias: cultural, pedagógica e científica.
Ao decidir editar a publicação, a Seduc assume o compromisso de falar da educação cearense e seus desafios, respeitando aspectos culturais da região, sem perder de vista as contribuições do mundo em constantes transformações. Além disso, o veículo quer estimular o professor em sua profissão, promover a auto-estima e valorizar a prática docente.
Trata-se de uma ação inovadora que chegará aos professores da rede pública de ensino que lecionam nas séries iniciais do Ensino Fundamental (1º e 2º anos), bem como no último ano da Educação Infantil. Ou seja, a todos os profissionais cujos alunos estejam na idade certa para a alfabetização (05 a 07 anos), nos 184 municípios do Estado do Ceará participantes do Programa Alfabetização na Idade Certa (Paic).

Programa Alfabetização na Idade Certa (PAIC)
Lançado pelo Governo do Estado, em 2007, o programa tem a meta de alfabetizar todas as crianças da rede pública de ensino até sete anos de idade. Desde então, capacitou cerca de 15 mil professores dos 184 municípios cearenses e beneficia mais de 300 mil alunos de 1º e 2º anos do ensino fundamental, entre outras ações.
Na prática, o programa oferece materiais pedagógicos aos alunos, formação aos profissionais em alfabetização, programa de incentivo à leitura e sistemas que avaliem as séries iniciais do ensino fundamental e propiciem um diagnóstico para que o município possa gerenciar o ensino que oferta à sociedade. O Governo Estadual entende que o domínio da leitura e da escrita é condição prévia para o sucesso do aluno em outras aprendizagens escolares.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Seduc
Jacqueline Cavalcante (jacquelinec@seduc.ce.gov.br / 3101-3972 - 8845.5185)

O Governo do Estado, através da Secretaria da Educação (Seduc) dá continuidade a inauguração de mais duas quadras esportivas, em escolas de Ensino Médio da rede estadual. O investimento é de aproximadamente de R$ 500 mil. Na sexta-feira (7), foram beneficiadas as escolas dos municípios de Granja e Senador Sá. A secretária da Educação, Izolda Cela, participou das duas solenidades.As quadras poliesportivas têm área total de 30 por 40 metros quadrados e a estrutura destinada às praticas esportivas possuem demarcação da quadra, arquibancada para até 500 pessoas e equipamentos para futebol de salão, vôlei e basquete.
A secretária de Educação ressalta a importância das quadras esportivas para a comunidade escolar. "A questão é bem simples. Esporte tem uma ligação direta com a saúde do jovem. Se ele apresenta uma mente sadia, certamente terá mais facilidade para o aprendizado", avalia Izolda. Ela acrescenta que "com quadras como estas que estamos inaugurando, temos a oportunidade de revelar novos talentos no esporte. Na realidade, queremos ocupar o tempo de nossos alunos com práticas saudáveis, que ajudem na formação da cidadania", disse a secretária.
O diretor do Colégio São José, em Granja, Manuel Messias, se mostrou empolgado com a inauguração da quadra. Ele explicou que a obra é uma reivindicação muito antiga tanto dos alunos quanto dos moradores da região. "Não é somente pelo lado esportivo, mas pela sua utilização com foco pedagógico. Os estudantes terão a oportunidade de aprender as regras da vida por meio das regras e da disciplina do esporte", resume. Para ele, a escola passa a partir de agora a viver uma nova fase.

Fonte: Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado:
Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 3101.6247)

Só em uma semana o Estado, através da Secretaria da Educação (Seduc), entregou seis novas quadras poliesportivas.

Mas de mil e setecentos alunos foram beneficiados nesta quinta-feira (06) com a entrega de duas quadras poliesportivas para escolas da rede de ensino estadual. Destes, 420 alunos estudam na Escola de Ensino Fundamental e Médio Antônio Marques de Abreu, em Itapebussu, distrito de Maranguape, e 1.300 no Liceu de Baturité Domingos Sávio. Somadas a mais duas quadras esportivas que serão entregues nesta sexta-feira (07), chega a seis o número de equipamentos inaugurados pelo Governo Estadual, através da Secretaria da Educação (Seduc), apenas em uma semana. A média de quadras entregues a comunidade escolar, em gestões passadas, segundo um levantamento feito pela Seduc, era de sete por ano. “Esse número só comprova os investimentos em melhorias que Estado e Seduc vem realizando na educação. Só em uma semana inauguramos seis novas quadras”, destacou Idilvan Alencar, secretário executivo da Seduc, que esteve presente na solenidade de Baturité.
Em Itapebussu, o novo equipamento foi inaugurado pela assessora institucional da Seduc, Cristiane Holanda. Durante a solenidade, ela ressaltou a importância que o nova quadra terá não só para a comunidade escolar, que agora poderá desenvolver suas atividades físicas e pedagógicas em um espaço adequado, mas também todo o valor de agregação entre comunidade e escola. “O aprendizado não se encerra na sala de aula, ele se estende a outras áreas, como o desenvolvimento de atividades esportivas e culturais, por isso quadra vai trará um grande benefício para os alunos. Esse melhoria deve também ser aberta a comunidade, para que ela funcione como equipamento de integração”, destacou Cristiane.
Para a construção dois empreendimentos, o Governo Estadual, através da Seduc, investiu mais de R$ 500 mil, com recursos do Tesouro Estadual. Novas 50 quadras estão sendo construídas na escolas rede de ensino estadual, que somadas a construção e melhorias das unidades no interior e capital, superam R$ 500 milhões investidos pelo Governo na educação.
Outros investimentos foram enumerados pelo secretário, entre elas as reformas e melhorias que somam 150 obras novas, e a contratação de merendeiras para atender os alunos das escolas do Estado. Além da construção de 100 escolas profissionalizantes, que funcionarão em período integral.
Nesta sexta-feira (07) as duas outras quadras esportivas que foram entregues, beneficiaram os alunos das Escolas São José, no município de Granja, e Coronel Apoliano, em Senador Sá.

Fonte: Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 3101.6247)


I ENCONTRO DO POLO DO JUNCO


ESCOLAS MUNICIPAIS DE SOBRAL


Convidamos V. Sa. à participar do I Seminário do Polo do Junco das Escolas Municipais de Sobral com o tema: "A Educação Inclusiva no contexto Social de Risco".


Palestrante: Prof. Ms Vicente de Paula S. Martins

Horário: 18h30min

Local: Centro de Convenções (Auditório Plutão)

Data: 13/08/2009


"Educar é enxergar o uno na diversidade"
Local:Restaurante Brisa da Serra
Data:11 de Setembro de 2009
Horário:19:00hs
Ingressos:1 kl de alimento não perecível

A arrecadação será destinada as familias carentes da Serra da Meruoca.
Sobre o Palestrante: Professor Sérgio Sobreira é um famoso palestrante que profere suas palestras por todo Brasil, sendo especialista em palestras de MOTIVAÇÃO, AUTO-ESTIMA e ORATÓRIA EM PÚBLICO.

Prefeito Leônidas Cristino na foto com o diretor da Faculdade de Medicina,Dr. gerardo Cristino e os homenageados



O Curso de Medicina da Universidade Federal do Ceará - Campus de Sobral, realizou nesta quarta-feira, 5, solenidade de abertura do semestre letivo 2009.2. Na ocasião, o professor Henry de Holanda Campos, vice-reitor da UFC, proferiu palestra sobre Educação Médica. Ainda na programação, o professor Henry de Holanda Campos fez a outorga da Medalha Visconde de Sabóia – Mérito Acadêmico, ao professor Roberto Cláudio Frota Bezerra (ex-reitor da UFC ) e ao deputado estadual José Teodoro Soares, pelos relevantes serviços prestados na implantação do Curso de Medicina em Sobral. A solenidade contou com a presença do prefeito de Sobral, Leônidas Cristino, do coordenador do Curso de Medicina de Sobral, professor Gerardo Cristino, secretário da Saúde do Município, Carlos Hilton; secretário adjunto da Saúde, Vicente Pinto, além de professores, alunos e autoridades locais.
Em seu discurso de boas-vindas aos alunos o professor Gerardo Cristino ressaltou a importância da solenidade para celebrar a existência do Curso de Medicina e reconhecer os seus benfeitores. “Nesta solenidade estamos recebendo com grande satisfação os alunos da 10ª turma, ao mesmo tempo em que celebramos com muita alegria a existência do Curso de Medicina em Sobral e homenageamos os seus benfeitores com a medalha Visconde de Sabóia.

Cipriano Carlos Luckesi será a grande atração do Seminário de Educação, que será promovido pelo SESC de Sobral, nos dias 14 e 15 de agosto. Luckesi é autor de 12 livros e artigos em revistas especializadas e professor do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal da Bahia. É Bacharel em Teologia; Licenciado em Filosofia; Mestre em Ciências Sociais e Doutor em Educação.
Na programação do Seminário, está ainda Bernadete Porto, doutora em Educação pela Universidade Federal do Ceará, que falará sobre avaliação e processo educativo nos indicadores para o ensino e a aprendizagem.
O Seminário oferece 150 vagas. As inscrições estão sendo feitas no SESC Centro, à Praça São Francisco. Tel: (88) 3611.3132.
terça-feira, 11 de agosto de 2009





Sábado, 08 de agosto, às 17h, a Escola Antonio Mendes Carneiro homenageou os pais. O evento, além de alegre e descontraído, realizou um divertido bingo de um celular que foi patrocinado pelas professoras da escola, onde o vencedor foi o Sr. José Wilson Cosmo da Silva, pai da aluna Francielle do Infantil IV "C". Após as brincadeiras e apresentações foi servido um gostoso lanche.


A ocasião foi uma oportunidade de compartilhar um momento bem animado com as famílias e de tê-las bem mais próximas da escola vivenciando atividades lúdicas.

O grupo de técnicos da Secretaria da Educação que faz parte do Projeto Casa do Conto participou do Simpósio Internacional de Contadores de Histórias – HISTÓRIAS SEM FRONTEIRAS, que aconteceu no Rio de Janeiro de 6 a 9 de agosto.
Nesta oitava edição, contadores da França, Camarões e Brasil se encontraram para intercambiar saberes e experiências do universo da narração oral. O simpósio tem como missão tecer uma grande rede para a valorização da palavra. Como parte da programação, no dia 7 de agosto o grupo de Sobral fez uma bela apresentação no Centro de Tradições Nordestina – Campo de São Cristóvão com o tema: Mercado da Palavra - Patativa do Assaré.

O Projeto Casa do Conto, Núcleo de Sobral, foi implantado em agosto de 2008, integra hoje as ações da política de incentivo à leitura. Desde a sua implantação já atendeu cerca de 10.000 crianças. Para o 2º Semestre, a Secretaria da Educação pretende dobrar o atendimento até então realizado.

Obrigada pela visita!!!

Redes Sociais

Hora certa

Previsão do Tempo

A Hora da e Escola

A Hora da e Escola
Toda quinta-feira, às 13h30min, na Rádio Caiçara

Blogs Indicados

Meus Vídeos

A Embriaguez do Movimento

Posts do Blog

Seguidores

Popular Posts