Quem sou...

Minha foto
Professora Ms Herik Zednik
Este Blog foi criado com o intuito de estimular uma reflexão sobre a Educação. Discutiremos a educação como processo de mudança, daí o nome educere, que significa conduzir-se de um lugar ao outro ou de uma situação para outra. Neste sentido, refletiremos sobre uma educação que vem de dentro para fora e não apenas falaremos da educação formal, mas de tudo que a permeia e a ela é atribuído. Desta forma, entendemos que "tudo é uma questão de educação" e que, por isso, abordaremos notícias, campanhas, projetos, política, cidadania, ciência e tantos outros assuntos, afinal, educação é muito mais do que produzir conhecimento formal, é também ampliar horizontes, transformar atitudes, vivenciar cidadania.
Visualizar meu perfil completo


"A mais potente arma nas mãos do opressor é a mente do oprimido" - Steven Biko

"Leia! Leia não apenas as palavras, imagens e símbolos estampadas nas mais diversas mídias. Leia o mundo nas suas mais diversas formas e significados, leia as entrelinhas. Leia o tangível, o audível, o visível e quem sabe até o invisível. Leia o mundo e faça as mais diversas interrogações, afinal como diria nosso educador Paulo Freire "a leitura do mundo antecede a leitura da palavra". Nós estamos no mundo e uma parte dele está em nós através de nossas leituras."
Herik Zednik

“O fracasso do professor começa no momento que ele desiste de aprender”
Herik Zednik


"Quanto mais simples é a pessoa, mais ela sobe no meu conceito"
Herik Zednik

"Não conheço nenhum país, cidade ou município no mundo que tenha se desenvolvido sem ter investido seriamente em educação"
Herik Zednik

"Não importa quanto dinheiro tenha, quantos cargos ocupe, quanta fama possua ou poder detenha, a essência precisa ter dignidade, honestidade, generosidade e também muita humildade."
Herik Zednik

Para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade. " Confúcio

"Que ninguém se engane, só se consegue a simplicidade através de muito trabalho.." Clarice Lispector

"A educação só produz resultados em sociedades em que as pessoas podem fazer escolhas pessoais e econômicas, dando-lhes a oportunidade de serem criadoras e descobridoras." (Odemiro Fonseca em "Benefícios da liberdade")

"Educação serve pouco se as pessoas não forem livres. É só lembrar o que aconteceu nos países socialistas, onde a educação era considerada de qualidade."

"O discurso da impossibilidade da mudança para a melhora do mundo não é o discurso da constatação da impossibilidade, mas o discurso ideológico da inviabilização do possível" Paulo Freire

"A mente que se abre a uma nova idéia nunca voltará ao seu tamanho original." Albert Einstein

"Bendito, bendito é aquele que semeia livros, livros a mão cheia e manda o povo pensar; o livro caindo na alma, é germe que faz a palma, é chuva que faz o mar.". Castro Alves

Tecnologia do Blogger.

Ads 468x60px

Featured Posts

segunda-feira, 23 de novembro de 2009
Ela é, ao mesmo tempo, sala de aula, biblioteca, laboratório de ciências, sala de artes e laboratório de informática






Lá tem internet wi-fi e computadores. Iluminação controlada, uma cópia de um esqueleto e de um torso humano, uma placa solar, uma pilha caseira, armários e um microscópio. Também tem um quadro digital touch screen e várias mesas que acomodam três pessoas (além do computador). Todas essas características formam a sala de aula inteligente, projetada para um modelo de educação do futuro. E o professor? Também está lá e tem a função de relacionar todas essas mídias através de um ensino multidisciplinar. Na sala inteligente, os alunos não usam carteiras, mas sentam-se em grupos de três em estações de trabalho e tornam-se os autores de seu próprio aprendizado.

Essa idéia já é usada em algumas instituições de ensino do país – como nos laboratórios do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), em um campus da Universidade Santo Amaro, de São Paulo, e no Projeto Jovem Cientista do Instituto Unibanco. Seu mentor, o especialista em novas mídias e tecnologia para a educação Cassiano Zeferino de Carvalho Neto, trabalha no projeto há 15 anos e conseguiu colocá-lo em prática só no ano passado, em uma escola de educação infantil bilíngüe, de Florianópolis. “Alguns autores dizem que o conhecimento mundial dobra a cada dois ou três anos enquanto a tecnologia de ensino está estagnada”, afirma o especialista, presidente do Instituto Galileo Galilei para a Educação.

Segundo Carvalho Neto, o aprendizado que a escola de hoje permite é centrado na comunicação verbal e visual, que seriam o topo de uma pirâmide muito mais ampla. Esses saberes, no entanto, não são suficientes para educar o aluno contemporâneo. Para um ensino completo, que transcende decorar fórmulas e teoremas, seria necessário, além desses processos, o uso de mídias (áudio, TV e vídeo), vivências (em excursões e exposições), demonstrações ao vivo, dramatizações e experimentações dos mais variados tipos (diretas ou simuladas). Para o aluno aprender, segundo essa concepção, é preciso que ele experimente.


Ciberarquitetura
O professor defende uma “ciberarquitetura da sala de aula”, em que o espaço físico tradicional se aprofunda no espaço digital, experimentado pelos alunos tanto em classe como em casa, lan houses e outros lugares. A sala de aula também é biblioteca, laboratório de ciências, sala de artes e laboratório de informática. O conteúdo das aulas segue a recomendação do Ministério da Educação, mas a forma como são ministradas é totalmente inovadora.
Elas são agrupadas por projetos, as chamadas grandes áreas. Cada fenômeno a ser estudado é contextualizado, problematizado, investigado e modelado, de maneira que seja apreendido em seu sentido mais amplo. Os alunos são ativos, participam das aulas com pesquisas e precisam filtrar as informações que encontram na internet. Isso, defende Carvalho Neto, os torna mais capazes de gerir suas vidas. Em um projeto sobre energia, por exemplo, o professor inicia a aula mostrando, no quadro digital, um vídeo do YouTube de jogadas do Pelé. Em seguida, diz que os músculos do jogador são movidos por energia e pergunta de onde ela vem. Provocativo, responde que ele ingeriu energia nuclear, para aguçar a curiosidade dos alunos.
Ao longo desse processo, o aluno descobre que, para ter energia muscular, Pelé teve que se alimentar. Estuda, então, a transformação de energia no corpo humano e a pirâmide alimentar. O professor explica a fotossíntese das plantas e fala que o Sol (energia nuclear pura) é o grande responsável pela transformação de oxigênio em alimento para a planta. “Existe um processo de pesquisa, descoberta e investigação. Para explicar os passes de Pelé, o professor aborda temas da biologia, química e física, usando equipamentos digitais e não-digitais”, afirma o especialista. As aulas não são expositivas, mas interativas e com intensa pesquisa online. Os materiais usados ficam guardados dentro de armários – cada projeto tem o seu conjunto de equipamentos.
No Instituto Unibanco, Carvalho Neto capacita um grupo de jovens professores que se mostra feliz com o novo método. Depois das aulas, muitos permanecem em sala, discutindo, questionando e aprimorando sua própria didática. Um deles pede licença para se despedir do mestre: “Obrigado, professor. Estamos aprendendo muito”. Um pouco orgulhoso, um pouco tímido, o especialista dá um sorriso de realização.
Fonte: Época

Obrigada pela visita!!!

Redes Sociais

Hora certa

Previsão do Tempo

A Hora da e Escola

A Hora da e Escola
Toda quinta-feira, às 13h30min, na Rádio Caiçara

Blogs Indicados

Meus Vídeos

A Embriaguez do Movimento

Posts do Blog

Seguidores

Popular Posts